O chamado de Deus ao leigo em sua vocação

“Por isso eu, o prisioneiro no Senhor, peço que vocês vivam de maneira digna da vocação a que foram chamados…” (Ef 4.1 – NAA. Essas palavras do apóstolo Paulo, escrevendo sua carta aos Efésios, nos mostra que Deus, através do Espírito Santo, chama pessoas à fé! Quando olhamos para este e outros textos bíblicos, veremos que são apresentados diversos “chamados” de Deus para os seres humanos. Alguns exemplos: Paulo mesmo o explica no capítulo 1º de sua carta aos Efésios, quando ele diz que foi chamado para ser apóstolo. E outro em 1Pedro capítulo 2, quando ele diz que fomos chamados por Deus para sermos nação santa, a fim de proclamar as virtudes de Deus!

Este “chamado”, que pode ter como sinônimo a palavra “vocação”, é estendido a cada pessoa, dessa forma, não são somente os pastores que têm uma vocação ou um chamado, mas também cada leigo. Então podemos perguntar: que chamado ou vocação é esse que cada pessoa tem da parte de Deus?

Quando nós recebemos pelo batismo a fé em Deus, isso já é uma vocação. Pedro diz que nós fomos escolhidos por Deus, para um objetivo, proclamar as suas virtudes.

Paulo, em Efésios 4.2 e 3, nos mostra algumas qualidades ou virtudes que nós, cristãos, temos mediante essa vocação. Assim, amigo leitor, quando Deus nos chamou, para que fossemos aquelas pessoas que transmitissem seus ensinos, amor e perdão a nosso próximo, ele não estava dizendo que isso só é feito pelos pastores ou por aqueles leigos que participam de uma liga de leigos. Isso é uma vontade de Deus para todos nós.

Dessa forma, esse convite que Deus já nos fez através de nossas vocações, é fortalecido quando temos a oportunidade de participar de uma liga de leigos, onde estudamos sua Palavra, que, por sua vez, vai fortalecer a nossa fé e nos incentivar a testemunhar o amor de Deus. Mas se não podemos participar de uma liga de leigos organizada, por algum motivo, nós ainda podemos servir ao nosso Deus ali onde ele nos colocou, como pais, empregados ou patrões, como também Lutero nos explica na tábua dos deveres.

Deus nos capacitou quando nos chamou através das vocações, ele nos deu dons, talentos e recursos para que pudéssemos ser aquela nação santa da qual ele fala. Neste ano, no dia 16 de janeiro, a LLLB comemora 49 anos de fundação; é, sem dúvida, uma boa oportunidade para agradecer a Deus por ter movido leigos a iniciarem este departamento.

Mas é também uma boa oportunidade de nos organizarmos em uma liga de leigos, se ainda não a temos em nossa congregação. Se esta já tem suas atividades, é sempre uma oportunidade de participar e fortalecer o departamento e, principalmente, fortalecer a nossa fé! Por isso, amigo leigo, procure a sua liga de leigos em sua congregação e participe, verá que: Leigos, juntos somos mais!

Destaques

* Quando Deus nos chama, ele também nos capacita para aquilo a que fomos chamados. Um exemplo é quando Deus chamou Moisés para liderar o povo e ser o mediador entre Deus e o Faraó; Moisés argumentou que não era capaz, e Deus lhe respondeu:“Eu serei contigo”!Êxodo 3. 12.

* Deus não deu a anjos a ordem de irem e pregarem o evangelho a todas as criaturas, mas a deu aos homens (Mt 28.19-20).

* Mesmo que para nós alguns desafios sejam difíceis ou até impossíveis, Deus nos dá a garantia de que para ele nada é impossível!

* Assim como Abraão ensinou Isaque a ser temente a Deus, assim como Jó orava e oferecia sacrifício a Deus pelos seus filhos, de igual forma nós tivemos pais, avós, amigos que nos apresentaram o amor de Deus. Agora, como instrumento de Deus chamado por ele, posso e quero mostrar ao meu próximo o que Deus fez por mim, para mim e quer fazer ao meu semelhante.

Ensinamentos

a) O apóstolo Paulo mostra aos efésios que eles foram chamados, receberam uma vocação de Deus, para que lá onde eles estavam, deveriam seguir e se esforçar nas qualidades que Paulo cita, como: humildade; mansidão, longanimidade, e isso era para que eles pudessem permanecer unidos no Espírito. Dessa mesma forma, nós, leigos, somos chamados a ser maridos, pais, patrões ou servos.

b) As vocações que Deus nos dá ao nos chamar estão acompanhadas de sua promessa, de que ele estará conosco todos os dias até o fim dos tempos (Mt 28.20). Essa certeza, essa fé em Deus nos dá forças e coragem para responder a esses chamados e vocações: “Eis-me aqui senhor envia-me a mim!”(Is 6.1-8).

c) Sempre que Deus nos chama ou vocaciona, isso sempre vem acompanhado de suas promessas; ele nos capacita, nos ensina e nos habilita a sermos suas testemunhas.

d) Quando Deus me capacita, chama e vocaciona, ele também espera que isso produza frutos. Um bom exemplo temos quando Jesus conta a parábola do tesouro escondido (Mt 13.44-46). Não devemos guardar somente para nós os dons, as capacidades e os bens que Deus nos dá, mas também somos convidados por ele a repartirmos e multiplicarmos aquilo que dele ganhamos por graça.

Versículo-chave

“Por isso eu, o prisioneiro no Senhor, peço que vocês vivam de maneira digna da vocação a que foram chamados…” (Ef 4.1 – NAA)

Pastor Ervino Martim Spitzer

Conselheiro da LLLB

www.lllb.org.br

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Veja também

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Cheiro de salvação

O texto de 2 Coríntios 2.14 diz assim: “Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas”.

Quem está nas trincheiras ao seu lado?

Quando a gente casa, traz uma bagagem para a vida a dois. Nessa bagagem, estão os valores aprendidos em casa, as experiências de relacionamentos anteriores, nossa profissão talvez, sonhos e desejos.