Mestrado Livre 2024/1 do Seminário Concórdia

Inscrições podem ser feitas até o dia 11 de março

Estão abertas as inscrições para o curso de Mestrado Livre da Escola de Pós-Graduação do Seminário Concórdia, em São Leopoldo, RS.

Será ofertada a disciplina “O surgimento de uma Tradição Cristã: uma apreciação histórico/teológica da continuidade e descontinuidade entre passado e presente”, ministrada pelo professor Francis Dietrich Hoffmann.

As aulas serão de 13 de março a 26 de junho, nas quartas-feiras, das 9 às 11h, via Google Meet.

As inscrições devem ser feitas até o dia 11 de março, pelo email da secretaria acadêmica: [email protected]

Investimento: R$ 560,00 para mestrandos;
Parcelamento em 2x vezes: março e abril;
R$ 420,00 para OUVINTES (sem parcelamento)
*tratar diretamente com [email protected].

Mais informações com o coordenador da pós-graduação do Seminário, professor Anselmo Graff, pelo email [email protected].

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Veja também

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Livres para servir: o papel da religião na promoção do bem comum

A realização dos ideais religiosos depende da preservação da liberdade religiosa – o direito fundamental de praticar, expressar e manifestar suas crenças sem discriminação ou perseguição. Defender a liberdade religiosa não é apenas uma obrigação legal, mas um imperativo moral que garante o florescimento de diversas comunidades religiosas e promove um ambiente propício ao diálogo e à cooperação

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó