Há 100 anos no ML

O Mensageiro Luterano de outubro 1920 contemplou três edições, sendo a terceira do dia 31. Por isso, novembro é exemplar único, do dia 15.

O estudo “Reconciliação Fraternal”, matéria de capa, tem seu final nessa terceira parte. Ela é denominada de… gloriosa, porque é agradável a Deus. Leia no recorte feito como é meritória, ainda que por vezes difícil, mesmo para o cristão.

FOTO 01

Os editores comentam o texto de Lucas 18.8, onde consta… “quando o Filho do Homem vier, será que vai encontrar fé na terra?”. No texto que destacamos, o leitor verá escrita uma curiosidade: “… provará os corações e os rins” . É uma citação bíblica de Jeremias, assim como no Salmo 7.9, na tradução de Lutero para o alemão. Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, isso foi traduzido como pensamentos e desejos. O Google conceitua essa expressão como tendo um significado espiritual da seguinte forma: o coração é a sede do pensamento e representa o homem todo, enquanto os rins são a sede dos instintos mais profundos de cada ser humano.

FOTO 02

Na segunda página, notícia passada pelo então pastor local, Rodolpho Hasse, de que a festa da Reforma realizada em Lagoa Vermelha, pela primeira vez, obteve amplo sucesso. Consta também resumo da prédica proferida.

Na página 3, sob interessante título, “Algumas questões de consciência”, constam sete itens, em forma de perguntas. Relacionados, encontramos bons hábitos espirituais de um cristão praticante, tanto para seu crescimento espiritual como no objetivo de levar mais pessoas a conhecerem a salvação por Jesus.

FOTO 03

O autor W. DALLMANN, com tradução do pastor Hasse, apresenta mais uma etapa da vida e obra de Lutero. O Instituto Histórico da IELB possui um acervo razoável sobre a Reforma e sobre Lutero, algumas obras inéditas e de inestimável valor, mas, infelizmente, não a obra de DALLMAN. Assim, se alguém possuir o original ou a tradução da obra, e se propuser a nos doar, será muito bem-vinda.

FOTO 04

O texto destacado relata um dos momentos mais constrangedores da vida de Lutero, ou seja, submeter-se a um desfile pelas ruas de Wittenberg, tradição para os que recebiam o grau de doutor em Teologia. Leiam os detalhes da narrativa no destaque.

Paulo Udo Werner Kunstmann

Coordenador Instituto Histórico da IELB

[email protected]

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Veja também

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Um fim em comum!

E para cumprir com seu propósito, a IELB: utilizará os meios de comunicação; produzirá e distribuirá livros e material religioso, fundando e mantendo organizações com essa finalidade. Esse é o porquê de a Igreja ter uma editora.

14º Encontro Nacional de Escolas Luteranas (14º ENEL)

Em 1524, Lutero elaborou um documento que lançaria as bases de conceitos como educação pública e gratuita, universalização do ensino, ludicidade no processo ensino-aprendizagem, educação interacionista, protagonismo do aluno, aprendizagem significativa e de uma educação com propósitos existenciais, fundamentada nos princípios cristãos.