Primeiros luteranos na TV brasileira

A televisão brasileira comemora 70 anos de existência no Brasil. Ao mesmo tempo, celebra-se também a chegada do primeiro canal de TV aberta ao Rio Grande do Sul, com a TV Piratini – Canal 5, filial da TV Tupi, de São Paulo, cujos programas eram repetidos e constituíam a maioria das matérias veiculadas, acrescidas de uma pequena porcentagem de produção local.

Inaugurada em novembro de 1959, a TV Piratini, sediada no Morro de Santa Tereza, em Porto Alegre, teve como convidados, logo nos primeiros meses, os estudantes que formaram um conjunto vocal no curso pré-teológico do Seminário Concórdia, localizado no Mont’ Serrat, na capital gaúcha. Foram eles os primeiros rostos luteranos da televisão no Brasil, como constam na foto, em que aparecem à frente da sede da TV PIRATINI: da esquerda para a direita, Carlos Valkimil, Roberto Kunzendorff, Osvaldo Reinholz, Adolfo Schmidt, Elmer Flor, Galdino Schneider e José de Melo Littig. A maioria deles é pastor da IELB, hoje eméritos, dois deles já falecidos. O dirigente era o estudante Elmer Flor, que ao lado dos estudos atuava também como instrutor de música para os alunos do curso preparatório do Seminário.

Pela precariedade inicial, não havia, na época, no Brasil, equipamentos para gravar os programas. As apresentações, bem como os comerciais, eram feitas ao vivo. Apesar dessa dificuldade, o fato de haver diversos palcos fazia com que a imagem focasse outras cenas ou comerciais enquanto se preparava o canto seguinte. Eram cantos corais do hinário e da música luterana, seguidos, depois, por cantos do folclore gaúcho e brasileiro. A competência e o sucesso do coral se comprovaram pelos convites que se repetiram por diversas vezes ao longo do ano de 1960.

O conjunto coral também cantou ao vivo e presencialmente nas transmissões da Hora Luterana pela então Rádio Itaí, aos domingos, cedo da manhã.

A televisão chegou ao Brasil em 18 de setembro de 1950, através da TV Tupi, de São Paulo, por iniciativa do jornalista paraibano Assis Chateaubriand. Ele foi o dono do maior conglomerado de mídia da América Latina na época, o que fez dele uma importante figura no desenvolvimento desse moderno meio de comunicação. A nossa igreja (IELB), por muito tempo, usou a TV para evangelizar com programas que marcaram época e que chegavam em lares brasileiros com uma palavra de conforto, de esperança e amor. Hoje ainda, na UlbraTv, Canal 48, no Rio Grande do Sul, encontramos programas com participação de capelães da instituição e pastores de nossas congregações. Fica aqui o nosso agradecimento aos pioneiros, àqueles que tiveram coragem de, pela primeira vez, cantar num canal de televisão ao vivo.

Douglas Moacir Flor

Canoas, RS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Veja também

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Missão Feliz, RS, completa 8 anos

A missão iniciou em 2016, com seis pessoas e hoje, já são 29 pessoas ativas e alguns visitantes

Setenta anos, a Igreja em missão em Baixo Guandu, ES

Congregação Da Paz celebrou culto festivo no dia 14 de abril