50 anos de bênção da CEL Da Ressurreição

A Congregação Da Ressurreição, de Dom Pedrito, RS, realizou, no dia 26 de março, um culto comemorativo aos seus 50 anos de fundação (25/03/1973). A cerimônia foi dirigida pelo pastor Piecarlo André Bornholdt Jagnow, que exerce o ministério pastoral na congregação desde fevereiro de 2019 e que, em homenagem à congregação, utilizou as mesmas leituras que foram usadas no culto de inauguração do templo no ano de 1974.

Trazendo como tema “a essência que nos sustenta”, destacou o texto bíblico de Atos 4.20: “Pois não podemos deixar de falar daquilo que temos visto e ouvido”. Enfatizou que a essência que tem nos sustentados até os dias de hoje é a Palavra de Deus, e que tem nos encorajado a seguir em frente, proclamando o Evangelho para as novas gerações e para todos que ainda não conhecem a boa nova. Na oportunidade, lembrou-se também das famílias Pötter, Rockenbach e Schlesner que, juntamente com o pastor emérito Egon Martin Seibert, idealizaram a fundação da congregação na cidade de Dom Pedrito.

Após a cerimônia, houve um almoço festivo. Atualmente, a Congregação conta com 96 membros, entre crianças, jovens e adultos. Possui grupos de estudo bíblico e departamento de leigos, servas, jovens e Escola Dominical. Os cultos são realizados no 1° e 3° sábado e 2° e 4° domingo de cada mês.

Que Deus siga abençoando ricamente a CEL Da Ressurreição!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução