Congregação São João de Erechim

No ano de 1911, inúmeros alemães luteranos se estabeleceram na colônia Erechim, formada em 1908. Naquela época, a imigração alemã já se espalhava por todo território do estado do Rio Grande do Sul, e as missões luteranas feitas através do Sínodo de Missouri, origem da IELB, acompanharam a migração dos luteranos da Alemanha ao estado. Esse evento levou o Sínodo de Missouri à criação de uma zona de missão na região de Erechim. O pastor Gruel, estabelecido na região de Guaporé, enviava relatórios pedindo apoio para a região do Alto Uruguai no ano de 1910.

Em meados de 1911, chegou à região, vindo dos Estados Unidos, o pastor J. Busch. Este pastor, estudante de teologia no Seminário Concórdia de Saint Louis, foi chamado para atuar como missionário. Em sua viagem, ficou onde hoje é a atual cidade de Getúlio Vargas, antiga região conhecida como Erexim.

Com sua chegada à região, pastor Busch começou a se concentrar na procura de fiéis para a formação de comunidades na localidade de Paiol Grande, antigo nome dado ao atual município de Erechim. Em poucos dias, o pastor encontrou imigrantes alemães dispostos a ouvir suas pregações na região.

Em conjunto com o reverendo Busch, os imigrantes formaram as primeiras comunidades luteranas em Erechim. Essas comunidades ficavam localizadas nas regiões de Capo-Erê e Linha Três, localizadas a cerca de 10 quilômetros do centro de Paiol Grande. Todavia, com a emancipação da colônia Erechim, bem como com a prosperidade observada no final da década de 1910 e início da década de 1920, houve a necessidade de expandir as comunidades para a cidade.

No dia 5 de setembro de 1920, foi fundada a igreja luterana “São João de Boa Vista”, sendo esta a primeira igreja luterana ligada ao Sínodo de Missouri no perímetro urbano de Erechim. Essa igreja se manteve sob os cuidados do pastor J. Busch, porém não como pastor, mas, sim, como secretário. O pastor encarregado das pregações no local foi o pastor Carl J. Gundermann, que chegou à região no ano de 1920, sendo o pastor nos seis primeiros anos desta comunidade, e também sendo o primeiro pároco desta.

Nos registros da criação da igreja “São João de Boa Vista”, citam-se como figuras importantes, os membros fundadores: Karl Ludke, Eduard Schroter, Avelino Sperb, Gustavo Marquardt, Carl Marquardt e Carl Reichmann, Carlos Draeger.

A Congregação São João ainda não possuía dependências próprias, utilizando a casa de um dos membros para a realização dos cultos. Através de muito trabalho e dedicação, no ano de 1924 foi erguido o primeiro templo da Comunidade Evangélica São João.

No ano de 1931, através de um acordo fixado com a comissão de terras e colonização de Erechim, a Congregação adquiriu um novo lote. Nesse local, a igreja se firmou e construiu um novo templo em 1932, que foi reformado para o atual templo em 1964. A necessidade de uma nova localidade para a sede deveu-se à impossibilidade, devido às leis municipais, da construção de um novo templo de alvenaria no local em que estava localizado anteriormente.

Com o passar dos anos, a Congregação Evangélica Luterana São João ampliou sua atuação. Hoje a Congregação oportuniza momentos de crescimento espiritual e convivência através de grupos de estudo, departamento de servas, departamento de leigos, grupo de jovens, escola dominical, instrução de confirmandos, instrução de adultos e canto coral.

Seguindo o lema da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, que é “Cristo para Todos”, a Congregação Evangélica Luterana São João está de portas abertas para quem quiser conhecer e fazer parte desta história. Todos são bem-vindos e acolhidos no amor de Jesus.

Gabriel Engel

Historiador

Pastores que atuaram na Congregação São João

Johann Busch – 1911

Wilhem Kemmer – 1912 a 1914

Ernst Sprengler – 1914 a 1919

Carl Gundermann – 1920 a 1926

Heinrich Quednau – 1926 a 1927

Hans Nicolau Jansen – 1929 a 1934

Leonardo Klug – 1935 a 1940

Fernando Arndt – 1941 a 1956

Rodolpho Warth – 1957 a 1963

Valdomiro Petry– 1964 a 1967

Roberto Kunzendorf – 1968 a 1970

Edgar Tilp – 1971 a 1983

Benjamim Jandt – 1983 a 2000

Paulo Zenkner – 2000 até o momento

Franco Thomassen – 2015 até o momento

 

A CONGREGAÇÃO HOJE

O pastor Benjamim Jandt, que foi pastor na Congregação São João por 19 anos, sempre dizia que “O pastor é um presente de Deus para a igreja”. Deus abençoou a Congregação São João com dois pastores, Franco Thomassen e Paulo Zenkner. Atualmente são 617 membros, e o trabalho da Congregação conta com departamentos de servas, leigos e jovens. Escola dominical com 13 professores, instrução de confirmandos, instrução de adultos, encontro de casais, sete grupos de estudos bíblicos nas casas, dois pontos de missão em bairros de Erechim, um ponto de pregação na cidade de Três Arroios, departamento de diaconia, que atende famílias entregando cestas básicas e emprestando cadeira de rodas, muletas e andadores para pessoas em necessidade. Também dispomos de um coral com 42 integrantes, que já passou por várias cidades fazendo intercâmbio de corais e levando o amor de Jesus através do canto. Há também na Congregação três bandas que tocam nos cultos alternadamente. Entre as bandas da Congregação está o Grupo Vocal Louvor em Canto, que já gravou CDs e tocou em muitos congressos. A família São João agradece a Deus, que abençoou esta congregação com a diversidade de dons.

 

DEPOIMENTOS

Nestes cinco anos em que sou pastor da Congregação São João, testemunhei o amor de Deus pelos seus filhos e a missão de Deus no mundo. Deus abençoou seus filhos com o perdão dos pecados e acrescentou o número de sua família. Minha oração é: “Dá amor, fé e esperança ao rebanho, ó bom Jesus, a pregar teu Evangelho e viver na eterna luz. Santifica, santifica, nossas vidas, ó Senhor”, amém.”

Pastor Franco Thomassen

 

“Durante 100 anos a graça de Jesus esteve presente nas vidas de milhares de cristãos e centenas de famílias. A Congregação São João louva o triúno Deus pelas suas incontáveis bênçãos derramadas sobre o seu redimido povo. Portanto, a Deus toda honra e glória e louvor pela sua grande fidelidade! Com certeza, suas bênçãos serão derramadas sobre a Congregação até o dia do retorno de Jesus, que todos esperamos com regozijo e grande alegria! Graças a Deus por tudo!”

Pastor Paulo Zenkner

 

“Agradeço a Deus pela oportunidade de estar servindo à minha Congregação. São 100 anos de glória a Deus e bênçãos sem fim, nos quais servos de Deus, pastores e membros dedicam tempo de suas vidas para salvar almas, levando a Palavra de Deus a milhares de pessoas. Gratidão por este espaço abençoado e por toda a história da Congregação. Pedimos a Deus que estenda seu amor, e que a Congregação continue a crescer, levando mais vidas à salvação eterna. Parabéns, Congregação São João!”

Presidente Ademar Nerling

 

Tive o privilégio de refletir sobre a bela história da Congregação São João, de Erechim, RS, ao preparar a mensagem para o culto festivo alusivo ao seu centenário. É uma linda e abençoada história! Uma história que, num primeiro momento, parece feita de pessoas e realizada por pessoas; mas, com um pouco mais de atenção, percebe-se que ela é a história da ação do bondoso e gracioso Deus na vida das pessoas e por meio das pessoas. É Deus presente na vida de seus filhos, agindo pelos seus filhos, nos seus filhos e por meio dos seus filhos com o seu santo propósito de salvar e apascentar o seu precioso rebanho. Por isso, a Deus toda a honra e glória por esta belíssima história! E aos irmãos que fizeram, fazem e farão parte desta história, os nossos parabéns, pois fazem parte da mais bela relação de amor que há no mundo, a saber, o amor de Deus por seu amado povo. Um forte abraço e votos de ricas bênçãos de Deus aos pastores e membros da CEL São João, em nome de toda a IELB!

Pastor Geraldo W. Schüler

Presidente da IELB

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Veja também

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Missão Feliz, RS, completa 8 anos

A missão iniciou em 2016, com seis pessoas e hoje, já são 29 pessoas ativas e alguns visitantes

Setenta anos, a Igreja em missão em Baixo Guandu, ES

Congregação Da Paz celebrou culto festivo no dia 14 de abril