Novos hábitos marcam o trabalho no Centro Administrativo da IELB

Nesta quarta-feira, 22 de abril, as máscaras de uso pessoal tornaram-se instrumento de trabalho para todos os funcionários do Centro Administrativo da IELB, em Porto Alegre, RS. As devoções das quartas-feiras estão sendo feitas de forma individual na sala de trabalho de cada colaborador(a). A Diretoria Nacional passa a reunir-se nas terças-feiras à partir das 15h e na manhã de quarta-feira.

Cada funcionário e integrante da Diretoria Nacional ganhou um kit com máscaras para ser utilizado em seu trajeto até o Centro Administrativo e também durante o trabalho. A confecção e doação das máscaras foram feitas pela colaboradora Adriana Costa, que vem confeccionando máscaras caseiras desde o dia 23 de março e já doou cerca de 378 unidades.Já o material para a confecção das máscaras dos funcionários do CA foi doado pelos integrantes da DN, que também doaram material a mais para que a Adriana continue realizando as suas doações.

A colaboradora tem o seu ateliê há 5 anos e sempre que possível realiza trabalhos voluntários. Com a sobra de tecidos de algodão, linhas e elásticos, deu-se início à confecção de máscaras. Por meio de divulgações feitas no Facebook e no Instagram, os interessados começaram a fazer seus pedidos. Todo o valor doado pelas pessoas foi guardado e utilizado para ajudar quem necessita, visto que a ideia não era vender, somente doar. Segundo Adriana, Deus foi mostrando a quem ajudar, com remédios, cestas básicas de alimento e higiene, alimentos prontos, roupas e calçados. “Neste período de quarentena, fazer este trabalho foi uma terapia, meus dias passaram ‘voando’. Fiquei em casa com minha filha e esposo, e cada um contribuiu um pouco para que conseguíssemos entregar as encomendas no prazo estipulado”, destacou.

Com a doação de mais materiais que ela vem recebendo, Adriana pretende dar continuidade nas doações das máscaras. “Foi uma das melhores experiências que já vivenciei, que me mostrou o quanto o trabalho de voluntariado é uma troca, pois ao dar seu amor e dedicação, você recebe reconhecimento, gratidão, carinho e amor em troca”, concluiu.

Confira o relato da recepcionista da IELB, Iara Regina Fialho (Nina):

“Até o dia 20 de março trocávamos abraços, sorrisos e aperto de mãos. Hoje, retornando ao trabalho, recebemos um kit de máscaras e recomendações de distanciamento seguro. O álcool em gel, que já fazia parte da nossa rotina, se intensificou, nossas devoções em grupo estão suspensas e nosso almoço será dividido em dois horários para garantir o distanciamento. O silêncio nos corredores é perturbador e a única certeza que temos é que, por fé, sabemos que Deus está no controle de tudo, e essa certeza acalma nossos corações porque sabemos que vai passar!”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Veja também

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).