Medo de feitiço?

A crença na feitiçaria, bruxaria e macumba está fortemente presente no Brasil.

A Wikipédia conceitua essas crenças como “magias maléficas com a intenção de manejar forças sobrenaturais com intenções e processos malévolos”.

A Palavra de Deus reprova enfaticamente a prática destas magias: “O Senhor Deus detesta os que praticam essas coisas nojentas” (Dt 18.12 – NTLH).

Leiam os seguintes textos bíblicos para perceberem como Deus rejeita as práticas dessas magias: Lv 19.31; Dt 18.9-13; Lv 20.6; Mq 5.12; Gl 5.19-21; Is 8.19-20 e outros.

Medo – o que é?

Cristão precisam ter medo?

Adriano Padilha – mestre em Comunicação, Arte e Cultura – escreve:

“Medo é um estado emocional que surge em resposta à consciência perante uma situação de eventual perigo. A ideia de que algo ou alguma coisa possa ameaçar a segurança ou a vida de alguém, faz com que o cérebro ative, involuntariamente, uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo.

Normalmente, para surgir o medo é necessária a presença de um estímulo que provoque ansiedade e insegurança no indivíduo”.

Pode acontecer que cristãos tenham momentos de medo ao se tornarem alvo de atividades (despachos, etc) de praticantes dessas magias. Porém, os cristãos, diferentemente dos que não creem ou dos supersticiosos, não se envolvem com essas práticas e não têm medo delas.

Por que cristãos vencem o medo? Porque creem:

1. Que são filhos de Deus, redimidos por Jesus Cristo. Como tais, estão sob o cuidado de Deus: “Sabemos que os filhos de Deus não continuam pecando, porque o Filho de Deus os guarda, e o Maligno não pode tocar neles” (1Jo 5.18 – NTLH).

2. Que são “propriedade exclusiva de Deus” (1Pe 2.9). Portanto, estão sob o amor, proteção e cuidado do Pai todo-poderoso, conforme está escrito em sua Palavra:

a) “Porque o Espírito que vocês receberam de Deus não torna vocês escravos e não faz com que tenham medo” (Rm 8.15a).

b) “A feitiçaria e a adivinhação não valem nada contra o povo de Israel. Agora todos dirão a respeito desse povo: Vejam só o que Deus tem feito!” (Nm 23.23).

Portanto, os cristãos estão a salvo quando se refugiam na graça e poder de Jesus.

Precisamos vigiar, cuidar e não nos expor. Pois nenhum cristão está livre de tentações e isento de vacilos momentâneos na vida. Por isso é necessário permanecer em comunhão com Senhor Jesus Cristo por meio de Sua Palavra.

a) O Senhor Jesus disse: “Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo (Jo 16.33).

b) O salmista transmite segurança aos filhos de Deus ao escrever: “Deus mandará que os anjos dele cuidem de você para protegê-lo aonde quer que você for” (Sl 91.11 – NTLH).

a) O apóstolo Pedro nos chama à vigilância: “Estejam alertas e fiquem vigiando porque o inimigo de vocês, o Diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar. Fiquem firmes na fé…” (1Pe 5.8, 9 – NTLH).

b) Jesus disse: “Vigiem e orem para que não sejam tentados…” (Mt 26.41 – NTLH).

É necessário ler, ouvir e meditar na Palavra e participar frequentemente da santa ceia. Através destes meios da graça, o Espírito Santo atua e fortalece a nossa fé e confiança no Senhor. A oração, recomendada por Jesus, nos mantém conectados com Deus.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Veja também

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Cheiro de salvação

O texto de 2 Coríntios 2.14 diz assim: “como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas”.

Quem está nas trincheiras ao seu lado?

Quando a gente casa, traz uma bagagem para a vida a dois. Nesta bagagem, estão os valores aprendidos em casa, as experiências de relacionamentos anteriores, nossa profissão talvez, sonhos e desejos.