O que motiva você, mulher?

Você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus?

Dâmaris Feld
@damarisfeld
Mentora em Comunicação
CEL Santíssima Trindade
Curitiba, PR

Querida irmã, hoje venho ter uma conversa muito importante com você. E, nessa nossa conversa, não venho lhe trazer respostas, e, sim, algumas perguntas para ajudar você a refletir sobre o que lhe motiva.

Começo lhe perguntando: você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus?

É uma reflexão que considero oportuna, tendo em vista todos os acontecimentos pelos quais temos passado nos últimos tempos, você e eu, em nossa vida. É uma pergunta muito pertinente. E sabe por quê? Porque a motivação certa faz toda a diferença, não somente no resultado que queremos para nossas ações, mas, especialmente, na nossa forma de viver as situações do dia a dia, até chegarmos aos nossos objetivos.

Em sua família, você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus? Você está sempre com medo de que vão faltar recursos e fica, o tempo todo, preocupada e ansiosa? Ou você confia em Deus e crê que ele vai providenciar o necessário – mesmo que não seja exatamente o que você determinou? “Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça, enriquecendo-vos, em tudo, para toda generosidade, a qual faz que, por nosso intermédio, sejam tributadas graças a Deus” (2Co 9.10,11).

Em seu trabalho, você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus? Você tem medo de perder o emprego e, por isso, aceita passar por situações perturbadoras ou, até mesmo, degradantes? Ou você age motivada pela fé em Deus, fazendo o que é certo e lembrando que “antes, importa obedecer a Deus do que aos homens”? (At 5.29b).

Em sua vida social, você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus? Você está sempre tentando agradar a todos, com medo de ser excluída? Ou você lembra que a sua suficiência vem de Deus e que ele quer abençoar a vida das outras pessoas por meio do seu temperamento e da sua personalidade, do jeitinho que ele te fez para ser?“A nossa suficiência vem de Deus” (2Co 3.5b).

No trabalho da igreja e em seu departamento de servas, você é motivada pelo medo ou pela fé em Deus? Você tem medo de colocar seus dons à disposição por causa do que os outros vão pensar? Você faz as coisas com medo de não ser suficiente? Você deixa de fazer coisas por medo de desagradar? Ou você dá sua contribuição motivada pela fé em Jesus, e à luz da Palavra de Deus, mesmo sabendo que não vai atender, sempre, a expectativa das pessoas? “Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo” (1Co 12.27).

É preciso ter coragem. O Espírito Santo, por graça de Deus, é quem opera a fé em nosso coração, e nós precisamos ter coragem para colocar essa fé em ação. É preciso coragem, porque, às vezes, nossas ações, feitas por fé e de acordo com a Palavra de Deus, vão desagradar o velho homem das pessoas. A fé exige de nós coragem para nos posicionarmos, coragem para não simplesmente agradarmos, mas para fazermos o que é certo, mesmo que seja difícil.

Como disse no início, hoje vim trazer perguntas para a sua reflexão. As respostas, eu sei que você vai encontrar no decorrer dos seus dias, com o auxílio de Deus e por meio da meditação em sua Palavra e da conversa com ele, em oração.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

 “Olá, eu sou a terceira idade”

Quando pensamos sobre a saúde mental de uma pessoa idosa, é importante frisar que ela pode ser afetada por fatores que vão além das condições biológicas; os aspectos sociais, psicológicos e ambientais também são influenciadores

Veja também

 “Olá, eu sou a terceira idade”

Quando pensamos sobre a saúde mental de uma pessoa idosa, é importante frisar que ela pode ser afetada por fatores que vão além das condições biológicas; os aspectos sociais, psicológicos e ambientais também são influenciadores

A carreira da fé e a comunhão

Que grande bênção é o dom da comunhão; o presente da família da fé. Se a família social nos dá o amparo da mãe, do pai, dos irmãos, na congregação cristã (igreja) temos o amparo espiritual. Deus quer cuidar de nós por meio da sua igreja. Deus promete presença especial, onde dois ou três estão reunidos em seu nome.

X Simpósio Internacional de Missão

Programação acontecerá de 26 a 28 de junho, no Seminário Concórdia