Abuso e assédio sexual é tema das lives do Plantão da JELB

Na segunda-feira, 24 de agosto, a Juventude Evangélica Luterana do Brasil (JELB), iniciou um novo projeto chamado Plantão JELB, que tem por objetivo esclarecer e sanar dúvidas de como podemos amparar e auxiliar as pessoas que sofrem ou já sofreram abuso e assédio sexual, quais os seus direitos e como devemos acolhê-las em nossas igrejas.

O 13ª Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em setembro do ano passado, registrou recorde da violência sexual. Foram 66 mil vítimas de estupro no Brasil em 2018, maior índice desde que o estudo começou a ser feito em 2007.

A primeira live do projeto foi mediada pela jovem Ana Luiza Hübner e contou com a presença de três convidados: Pastor e advogado Rômulo Souza, Dr. John de Miranda e a advogada especialista em Direito Penal, Ianny Lameiras, falando sobre “Contextualização da temática, estatísticas e aspectos jurídicos” (assista aqui).

A segunda live aconteceu na terça-feira, 25 de agosto, no canal da JELB no Youtube, falando sobre “Aspectos psicológicos, identificação de comportamentos, gatilhos emocionais e acolhimento de vítimas”. E fechando a programação, a terceira live ocorreu na quarta-feira, 26 de agosto, com o tema “Aspectos teológicos e de ética pastoral”.

As transmissões foram realizadas em parceria com a Congregação Evangélica Luterana Concórdia, de Porto Alegre, RS. Assista aqui.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Veja também

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Um fim em comum!

E para cumprir com seu propósito, a IELB: utilizará os meios de comunicação; produzirá e distribuirá livros e material religioso, fundando e mantendo organizações com essa finalidade. Esse é o porquê de a Igreja ter uma editora.

14º Encontro Nacional de Escolas Luteranas (14º ENEL)

Em 1524, Lutero elaborou um documento que lançaria as bases de conceitos como educação pública e gratuita, universalização do ensino, ludicidade no processo ensino-aprendizagem, educação interacionista, protagonismo do aluno, aprendizagem significativa e de uma educação com propósitos existenciais, fundamentada nos princípios cristãos.