Alunos de Sapiranga, RS, são premiados em Feira de Pesquisa Científica na Tunísia

Confira a reportagem do Jornal ABC, do Vale dos Sinos

Estudantes da Escola Luterana São Mateus, em Sapiranga, RS, conquistaram reconhecimento internacional ao serem premiados em uma Feira de Pesquisa Científica realizada na Tunísia, no continente africano, em março. Sob a orientação do professor Rômulo Cândido de Souza, dois grupos de alunos apresentaram seus projetos inovadores na feira I-FEST², destacando-se entre centenas de participantes de todo o mundo.

Um dos projetos que brilhou na feira internacional foi intitulado “Biodiesel: Transformando um resíduo em biocombustível”. Desenvolvido pelos estudantes Maitê Wingert, Matheus Gabriel de Souza e Tiago Rafael Wasen, todos de 16 anos, o projeto investiga a produção de biodiesel a partir de óleo de cozinha usado. Na ocasião, apenas Maitê esteve presente na I-FEST², uma vez que, em agosto, está prevista a participação da pesquisa do Biodiesel em uma feira na Coreia do Sul, ocasião em que Matheus e Tiago devem estar presentes.

Iniciado em 2021, o projeto já recebeu prêmios em feiras nacionais e até conquistou a medalha de prata na Genius Olympiad 2023, realizada em Nova Iorque. “O evento reuniu representantes de mais de 50 países nos Estados Unidos e nossos alunos se destacaram entre 1.500 trabalhos, elevando o nome do Brasil no cenário global”, explicou a professora Dione Galvani. Na Tunísia, o trabalho ficou entre os dez melhores entre mais de 200 projetos, garantindo aos alunos uma medalha de ouro.

Outro projeto de destaque foi o “Protótipo de luva com aquecimento para a diminuição da rigidez articular nos portadores de Parkinson”. Idealizado pelas estudantes Ana Luísa Fülber Cardoso e Fernanda Kovalski Cavalheiro em 2018, o projeto, que ficou com a medalha de bronze, visa desenvolver uma solução para auxiliar pacientes com Parkinson a lidar com a rigidez articular.

De acordo com a diretora Dione Galvani, a participação desses jovens talentosos em eventos científicos internacionais não apenas destaca a excelência educacional da Escola Luterana São Mateus, mas também promove a valorização de práticas sustentáveis e o desenvolvimento de soluções inovadoras para desafios sociais. “Trabalhamos todos os anos, com nossos estudantes, a pesquisa científica. E eles participam da nossa multifeira interna. A partir disso, os principais trabalhos são encaminhados para outras feiras no Brasil. Hoje somos filiados em oito, dentre elas a Febrace/SP e Mostratec/RS”, explica.

Reprodução do site ABC+.

Confira aqui a reportagem completa. 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Acolhimento e solidariedade aquecem o povo gaúcho

Com a chegada das baixas temperaturas, vítimas da enchente recebem ajuda de todo o país

Veja também

Acolhimento e solidariedade aquecem o povo gaúcho

Com a chegada das baixas temperaturas, vítimas da enchente recebem ajuda de todo o país

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho