Vem, Senhor Jesus

Nossa oração no Advento


*Filipe Schuambach Lopes
Pastor em Caxias do Sul, RS

            Estamos no período do Advento, um momento de espera, esperança, preparação e oração. A oração da igreja durante o Advento é: “Vem, Senhor Jesus”.

Uma oração para o Advento

            Há uma frase que é dita na Coleta do Dia, tanto do Primeiro quanto do Quarto Domingo no Advento: “Pedimos que venhas com o teu poder”.

            Algo muito parecido podemos encontrar em diversos hinos do nosso Hinário Luterano:

  • Um barco carregado (HL 2)
  • Vem depressa (HL 4)
  • Ó povo redimido (HL 5)
  • Vem o Salvador glorioso (HL 6)
  • Vem, resgate, eterno bem (HL 7)
  • Oh! Vinde em humildade (HL 8)
  • Ó vem, ó vem, Emanuel (HL 10)
  • Como hei de receber-te (HL 13)
  • Abri as portas e aclamai (HL 14)

            Claramente, o Advento é um período em que oramos para que Jesus venha. No entanto, o que muitas vezes se perde nessa oração é que ela não se encerra no Natal. Embora o mundo utilize o Advento para se preparar para as festividades natalinas, isso não é algo negativo. O Natal é uma celebração maravilhosa da chegada de Jesus, uma verdadeira resposta à oração, digna de preparação e celebração por si só. No entanto, o Advento não é uma época para voltar no tempo e orar pela primeira vinda de Jesus. Não estamos orando para que ele venha como uma criança.

É fundamental lembrar que não estamos orando “Venha, Natal, venha”. Estamos, na verdade, orando: “Vem, Senhor Jesus”. Estamos orando para que Jesus venha da maneira que ele prometeu que estaria presente entre nós: por meio da sua Palavra e sacramentos, e em seu retorno final.

A presença de Jesus na Palavra e nos sacramentos

            É maravilhoso perceber como, ao entoarmos esses hinos do Advento, estamos, na verdade, clamando pela presença de Jesus aqui e agora. Como expressa um desses hinos:

“Ao Pai Celeste implora

contrito coração,

e, arrependido, chora,

pedindo seu perdão.

Convida ao Rei divino

que faça habitação

com graça e amor genuíno

no triste coração” (HL 5/2)

            Jesus está presente sempre que ocorre a remissão dos pecados. Seja na santa absolvição, no batismo ou na ceia do Senhor, recebemos o perdão dos pecados. Quando a absolvição é pronunciada “em lugar e por ordem” de Jesus ou “por sua autoridade”, Jesus é quem está presente na absolvição, e oramos para que ele venha e nos perdoe.

            No batismo, somos batizados na morte e ressurreição de Cristo. Paulo diz: “Fomos sepultados com ele na morte pelo batismo, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também nós andemos em novidade de vida” (Rm 6.4). Jesus está presente no batismo, e oramos para que ele venha e nos lave de todo pecado para que possamos andar em novidade de vida.

            Na ceia do Senhor, Jesus nos dá seu corpo e sangue para comer e beber para nosso perdão, vida e salvação. Ele está presente no, com e sob o pão e o vinho. Tomamos e comemos seu corpo e sangue. Jesus está presente na Ceia do Senhor, e oramos para que ele venha para que possamos receber suas dádivas de perdão, vida e salvação.

A presença de Jesus em sua segunda vinda

            Pode ser desconcertante pensar nisso, mas ao entoarmos nossos hinos e proferirmos nossas orações durante o Advento, também estamos suplicando pelo fim do mundo. Estamos orando para que Jesus apresse sua volta, soe a trombeta, ressuscite os mortos e inaugure a nova criação.

            Como Paulo escreve em 2Coríntios 4.14: “sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará juntamente com vocês”. No último dia, quando Jesus voltar e nos ressuscitar dentre os mortos, estaremos na presença de Deus por toda a eternidade.

            O penúltimo versículo da Bíblia registra nossa oração que fazemos no Advento, quando São João escreve: “Aquele que dá testemunho destas coisas diz: — Certamente venho sem demora. Amém! Vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20).

Orações do Advento em todo ano

            Mas as nossas orações pela presença e pela volta de Jesus não se limitam ao período do Advento. A oração da mesa, por exemplo, usada em muitos lares luteranos começa com estas mesmas palavras: “Vem, Senhor Jesus…”

            Oramos pela presença de Jesus o ano todo. Ansiamos pelo seu retorno e pelos novos céus e nova terra.

            Que nossas orações no Advento continuem sendo respondidas no presente até que sejam respondidas na volta de Jesus: “Vem, Senhor Jesus”.

*Adaptado pelo Rev. Filipe Schuamabch Lopes, em dezembro de 2023, de um texto escrito pelo pastor André R. Jone, postado no site www.blog.cph.org.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução