Comunicado de falecimento do pastor emérito Oldemar Hugo Guilland

A Diretoria Nacional da IELB comunica, com pesar, o falecimento do pastor emérito Oldemar Hugo Guilland, ocorrido nesta quinta-feira, 01 de dezembro, no Hospital Vida e Saúde, de Santa Rosa, RS, após vários meses de enfermidade, devido ao câncer de intestino.

O culto de despedida acontecerá hoje, dia 01/12, às 18h, na CEL Trindade, Bairro Cruzeiro, Santa Rosa, RS, onde o pastor Oldemar era congregado nos últimos 14 anos.

Deixa enlutados os filhos Dóris, Daniel, Denise e Dulce, netos, genros (entre eles os pastores Adalberto Gross e Aílton Krüger) nora, e demais familiares e amigos. Que Deus, em sua infinita graça e misericórdia, conforte os corações da família e amigos enlutados, com a certeza da vida

“Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham.” (Ap 14.13)

Trajetória

Oldemar Guilland nasceu em 17/09/1939, em Carazinho, RS. Recebeu o Santo Batismo no dia 09/10/1939 e confirmou seu voto batismal no dia 06/04/1953. Formou-se em Teologia pelo Seminário Concórdia de Porto Alegre em 1981. Casou-se com Eli Elvira Guilland em 25/07/1964, matrimônio que Deus abençoou com 6 filhos: Dóris, Daniel, Clóvis (in memoriam), Denise, Dulce e Davi (in memoriam). A esposa Eli o precedeu na morte há 18 dias (13/11/22).

Exerceu o ministério pastoral em Barros Cassal, RS (1981-1983); Novo Machado, RS (1983-1995); e Marechal Cândido Rondon, PR (1995-2004). Em 2004, recebeu o título de pastor emérito da IELB.

Mensagem da Diretoria Nacional da IELB:

Prezados familiares do pastor Oldemar Hugo Guilland!

Depois de um longo período que estivemos unidos com vocês, em oração, intercedendo junto ao bondoso Deus pela vida e pela saúde do nosso querido pastor Oldemar, agora que ele foi chamado ao descanso eterno nos unimos a vocês no luto e na esperança da ressurreição dos mortos e do feliz reencontro no glorioso Dia da Segunda Vinda de Cristo. Para o consolo e fortalecimento de todos, especialmente da família enlutada, compartilhamos as maravilhosas palavras de Deus, escritas através do apóstolo Paulo, em 1Ts 4.13-18: “Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem. Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras”.

Recebam o abraço e os mais sinceros sentimentos da Diretoria Nacional e de toda a IELB.

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” (Fp 4.7).

Pr. Geraldo W. Schüler – Presidente da IELB

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase