Live dos 100 anos do Hinário Luterano relembra história dos hinos cristãos

A pandemia e a necessidade de distanciamento social não impediram a Igreja Evangélica Luterana do Brasil de comemorar os 100 anos do Hinário Luterano, celebrados durante o mês de setembro. Encerrando as comemorações deste mês festivo, no domingo, 27 de setembro, a igreja se reuniu de forma on-line para louvar e agradecer a Deus pelas bênçãos concedidas ao Hinário Luterano ao longo da história.

Da Congregação Evangélica Luterana Concórdia, de Porto Alegre, RS, uma live musical foi realizada contando a história dos hinos cristãos, com execução de músicos do Brasil e do exterior, de forma presencial e virtual, pelo canal do projeto Toda IELB Canta no Youtube (veja aqui), Facebook da Rádio CPT (acesse aqui) e da IELB (assista aqui).

Milhares de pessoas de diversas partes do Brasil e do exterior acompanharam o evento que, além de músicas, reuniu depoimentos de pessoas que compartilharam a sua história com o Hinário Luterano.

Momento especial também foi o lançamento do Hinário Luterano nas principais plataformas de streaming. As músicas estão sendo disponibilizadas em playlist por assuntos no perfil da Editora Concórdia em cada plataforma. Os hinos foram interpretados pelo jovem Rodrigo Bloch, ao piano. O músico estará no Revista CPT desta sexta-feira, 02 de novembro, para falar sobre o novo projeto (assista aqui).

A playlist com o tema Adoração já está disponível. Com 42 músicas, todos podem ouvir hinos como “Exultantes Te Adoramos; Do Culto a Hora Chega e Findo o Culto, Partiremos (veja aqui). Acesse ainda o canal no Youtube Toda IELB Canta e confira em vídeo estas músicas (assista aqui).

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Veja também

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).

O que alimenta nossa fé?

Esse foi o tema do Congresso de Servas e Leigos do DIVALI