Novos membros em Igrejinha, RS

No dia 29 de outubro, 16 novos membros adultos e seis crianças foram recebidos por profissão de fé na Congregação Redentor, de Igrejinha, RS. São eles: Maicon Hartz de Moraes, Adriane Ruppenthal Zimmer e filho Arthur Rael Zimmer Hartz; Valmir Banessone Lemes e esposa Cleci de Fátima Lemes; Vandoir Becker e filhos Djulyema Nuelli de Moraes Becker e Pedro Lucas de Moraes Becker ; Tauane Isabel Petzinger; Angélica Borges dos Santos; Atalício Petzinger e filha Andrea Denise Petzinger; Felipe de Oliveira Sperb; Volmir Barbára, esposa Karina Polli Barbára e filha Valentina Barbára; Luiz Carlos Polli e esposa Dionara Elisa Polli; Inara Nunes dos Santos; Maria Terezinha da Silva Soares, enteado Muryel Victor Soares e filha Eloa Samyra Soares.

O grupo foi instruído nas doutrinas bíblicas pelo pastor Emerson Zielke, com auxílio do estudante Mateus Zielke. É o segundo grupo instruído e recebido na Congregação em 2022. Em maio foram recebidos 11 adultos. Normalmente são doze encontros onde se estuda as principais doutrinas bíblicas.

No culto, o presidente Alexandre Matte Jr deu as boas-vindas aos novos irmãos e irmãs em Cristo e, após o culto, foi realizado um momento de confraternização dos novos membros com a diretoria e liderança da Congregação.

Artigo anterior
Próximo artigo

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase