Pastor Cláudio Bayer recebe título de emérito

O pastor Cláudio Bayer recebeu título de emérito da IELB no culto realizado no dia 26 de janeiro, na Congregação Evangélica Luterana Cristo Redentor, de Ponta Grossa, PR.

Na ocasião, também foi desinstalado como pastor da Paróquia Emanuel, composta pelas congregações: Cristo Redentor do Bairro Santa Luzia, Ressurreição do Bairro Santa Paula e do ponto de pregação de Caetano Mendes, Tibagi, PR.

Participaram da cerimônia os pastores: Ildo Schenknecht, Flávio Luis Hürlle, Noedi Kissler, Everton Wrasse, Everaldo Teixeira e o pastor emérito Alvin Bierhals.

Além da certidão de emérito, o pastor recebeu do líder leigo Almir Osmar Peske um quadro como lembrança do Distrito Campos Gerais e das congregações Cristo Redentor e Ressurreição, uma lembrança.

O pastor Cláudio irá residir na cidade de Cianorte, onde o seu filho Eduardo já mora.

O pastor emérito Alvin Bierhals fará o atendimento temporário da Paróquia.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Veja também

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Livres para servir: o papel da religião na promoção do bem comum

A realização dos ideais religiosos depende da preservação da liberdade religiosa – o direito fundamental de praticar, expressar e manifestar suas crenças sem discriminação ou perseguição. Defender a liberdade religiosa não é apenas uma obrigação legal, mas um imperativo moral que garante o florescimento de diversas comunidades religiosas e promove um ambiente propício ao diálogo e à cooperação

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó