Salas virtuais dos Concílios de Pastores 2020

Na terça-feira, 20 de outubro, das 15h às 17h30 e das 19h às 21h30, o Presidente da IELB, Rev. Geraldo Schüler, juntamente com os demais pastores da Diretoria Nacional, dirigiu a oitava sala virtual, a qual contou com a participação de 67 pastores, além dos integrantes da DN.

O vice-presidente de Educação Cristã da IELB, Rev. Martinho Sonntag, dirigiu o devocional de abertura e o Rev. Paulo Luiz Vaz, de Jaraguá do Sul, SC, dirigiu o devocional de encerramento. E na quinta-feira, 22 de outubro, nos períodos da manhã e tarde, aconteceu a nona sala virtual, conectando 76 pastores. O Presidente da IELB, dirigiu o devocional de abertura e o devocional de encerramento, escrito pelo Rev. Arnildo Schneider, foi apresentado pelo vice-presidente de Ensino, Rev. Joel Müller. A oração de encerramento foi feita pelo Rev. Reinaldo Martim Lüdke, de Porto Alegre, RS.

Por causa da pandemia do Coronavírus, toda a programação dos Concílios Pastorais está ocorrendo de forma on-line. Acompanhe a programação completa aqui.

A próxima sala virtual está agendada para o dia 16 de novembro, nos períodos da manhã e tarde. Mais informações e dúvidas sobre a inscrição nas salas virtuais envie e-mail para [email protected].

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Veja também

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).