Alunos do Seminário têm aulas on-line

Devido à pandemia do Coronavírus, desde a segunda quinzena de março os alunos de teologia do Seminário Concórdia e da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) estão tendo aula à distância.

Dos 79 alunos solteiros residentes no Seminário, apenas 19 permanecem – os demais foram para casa. A maioria dos casados permanece no campus, já que para eles lá são suas moradias. Os funcionários da secretaria estão trabalhando a partir de suas residências, e os serviços de limpeza, lavanderia, refeitório e biblioteca estão sendo realizados com equipe reduzida, no sistema de revezamento.

Estão suspensas as atividades práticas como pré-estágios e capelanias, como também os momentos devocionais e cultos nas capelas de ambas as escolas. As aulas teóricas estão sendo ministradas por cada professor, utilizado diversas mídias digitais

Segundo o diretor do Seminário, Rev. Prof. Leonerio Faller, enquanto for recomendado este isolamento para evitar o contágio do vírus, as aulas serão nesta modalidade, para que os alunos não sejam prejudicados nem o semestre letivo necessite ser interrompido. Aos moradores do campus, é solicitado que evitem sair e não recebam visitas.

“Pedimos a Deus que ajude todas as pessoas a terem os cuidados necessários, os governantes a tomarem as decisões certas, os que atuam na área de saúde condições para atenderem aos necessitados de cuidados médicos, e ajude aos pesquisadores a descobrirem o mais rapidamente a vacina, e que, havendo a vacina, todas as pessoas tenham acesso a ela. Pedimos também que, acima de tudo, Deus realize seu propósito com a humanidade ao permitir o surgimento desta pandemia”, concluiu.

Artigo anterior
Próximo artigo

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Veja também

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).