Americanos no Brasil para reunião do Projeto Aliança

De 6 a 10 de dezembro, a IELB recebeu a visita de quatro representantes da Lutheran Church – Missouri Synod (LCMS) para tratar de assuntos relacionados ao Projeto Aliança.

Rev. Kevin Robson, chefe da missão nacional e internacional; Sr. Christian Boehlke, diretor da missão internacional; Sr. Blake Warrem, diretor de operações financeiras da missão internacional; Rev. Shauen Trump, diretor regional de missão para a África; e Rev. Theodoro Krey, diretor regional de missão para a América Latina e Caribe participaram do momento devocional com os funcionários do Centro Administrativo da IELB e, depois seguiram reunidos com a Diretoria Nacional.

Durante a semana, ainda fizeram reuniões específicas sobre o Projeto, com os representantes da IELB, pastor Heder Gumz (vice-presidente de Expansão Missionária), pastor Airton Schroeder (vice-presidente de Ação Social) e pastor Joel Müller (vice-presidente de Ensino).

Os americanos acompanharam integrantes da DN na visita à CEL Cristo, de Bento Gonçalves, RS, na Janta Melancólica e da Cerimônia de Formatura do Seminário, e do Culto Dominical na CEL Concórdia, de Porto Alegre, RS.

Também participaram do programa IELB em Ação, da Rádio CPT (assista aqui).

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução