Luteranos da América do Norte visitam a IELB

De 6 a 11 de dezembro, a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) recebeu a visita de cinco representantes da Lutheran Church – Missouri Synod (LCMS) para tratar de assuntos relacionados ao Projeto Aliança. O pastor Kevin Robson, chefe da missão nacional e internacional; sr. Christian Boehlke, diretor da missão internacional; sr. Blake Warrem, diretor de operações financeiras da missão internacional; pastor Shauen Trump, diretor-regional de missão para a África; e o pastor Theodoro Krey, diretor-regional de missão para a América Latina e Caribe. Inicialmente participaram do momento devocional com os funcionários do Centro Administrativo da IELB, depois seguiram em reunião com a Diretoria Nacional.

Durante a semana, fizeram reuniões específicas sobre o Projeto, com os representantes da IELB, pastor Heder Gumz (vice-presidente de Expansão Missionária), pastor Airton Schroeder (vice-presidente de Ação Social) e pastor Joel Müller (vice-presidente de Ensino).

Os irmãos americanos também acompanharam integrantes da Diretoria Nacional na visita à Congregação Cristo, de Bento Gonçalves, RS, na Janta Melancólica e na cerimônia de formatura no Seminário, e do culto dominical na Congregação Concórdia, de Porto Alegre, RS. Também participaram do programa IELB em Ação, da Rádio CPT.

Visita à Editora Concórdia

O grupo esteve na Editora Concórdia, no dia 9 de dezembro, e conversou com o editor, pastor Nilo Wachholz, e com a líder comercial e de marketing, Bruna de Jesus Plesnik. Os americanos puderam ver alguns títulos da Editora Concórdia, e os já traduzidos da Concordia Publishing House (CPH), como Horinhas com Deus, Graça sobre graça, Confessando o Evangelho, entre outros.

Para o editor, pastor Nilo, “a visita dos irmãos da LCMS à Editora Concórdia foi um reconhecimento da importância da parceria entre as duas igrejas e as duas editoras, desde o início das nossas atividades, como igreja e como editora. São muitas as publicações confessionais luteranas da Concordia Publishing House que a editora Concórdia publicou em português, ao longo de 99 anos de atividades. E quer fazê-lo cada vez mais e com maior alcance num mundo cada vez mais digital”.

Além de apresentar materiais e presentear o grupo com alguns livros, Bruna ressaltou a troca de experiências com o grupo. “Receber esses convidados foi muito importante para que pudéssemos não só expor o que é feito aqui no Brasil, mas para conversarmos sobre o trabalho que também é realizado lá e estabelecer futuras parcerias para o Reino de Deus. Compartilhar experiências, vivências e conhecer um pouco dos diferentes contextos em que a Igreja Luterana está inserida ao redor do mundo é muito interessante”, finaliza.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução