Colégio Concórdia, de São Leopoldo, RS, no combate à pandemia

Por sua disposição em criar equipamentos para ajudar pacientes vitimados pela pandemia do novo coronavírus, o professor de Física, Jair Carlos Müller, que leciona no Colégio Concórdia, de São Leopoldo, RS, e Arthur Konrath, de Estância Velha, RS, foi indicado ao Prêmio VS Cidadão, na categoria Responsabilidade Social. Ele integra a lista formada pelo educador Fábio Bernardo da Silva e pelo empresário Ivo Lauri Goldschmitd. “Estou muito honrado em ter sido indicado pela equipe de redação do jornal. Este reconhecimento nos inspira a continuar ajudando a todos, de acordo com as nossas possibilidades”, afirma o professor. Essa categoria visa prestigiar a pessoa que se dedica ao trabalho social junto a diferentes públicos (crianças, idosos, comunidades carentes, geração de renda, economia solidária).

Visando contribuir na busca de soluções para o tratamento de pessoas infectadas pela Covid-19, o professor Jair Müller, desenvolveu dois equipamentos para ajudar no tratamento respiratório: um respirador mecânico de baixo custo e uma cápsula ou câmera de tratamento, cujo princípio é proteger os profissionais que estão no atendimento do paciente que não estiver em respirador invasivo. A cápsula evita que o vírus saia do ambiente, uma vez que é filtrado através de uma ventilação forçada, que fica no topo da estrutura.

O Prêmio VS Cidadão, idealizado pelo Jornal Vale dos Sinos (VS), visa premiar 12 personalidades que, nos últimos meses, destacaram-se por ações de elevado grau de cidadania, envolvimento comunitário, filantropia, geração de emprego e renda, crescimento econômico, melhoria nas condições de vida dos cidadãos, desenvolvimento e de assuntos de São Leopoldo, RS. São indicadas três pessoas por categoria, cuja escolha pode ser feita até o dia 1º de novembro, pelo site (acesse aqui). O resultado será divulgado no dia 06 de novembro.

Para o diretor do Colégio Concórdia, Nelci Naor Senger, a indicação do professor Jair demonstra a atitude cristã que norteia o sistema pedagógico da escola. “Seu exemplo repercute junto a toda a comunidade escolar e dá exemplo aos alunos que o conhecimento adquirido pode e deve ser usado para o bem comum”, ressalta o diretor Nelci.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Veja também

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Missão Feliz, RS, completa 8 anos

A missão iniciou em 2016, com seis pessoas e hoje, já são 29 pessoas ativas e alguns visitantes

Setenta anos, a Igreja em missão em Baixo Guandu, ES

Congregação Da Paz celebrou culto festivo no dia 14 de abril