Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Já sou assinante!

O impacto das (não) contribuições para o Sínodo

Temos evoluído, passando de um percentual de aproximadamente 6,8% de contribuição média das congregações em 2020 para um percentual de aproximadamente 8,0% em 2021 e 2022

Marcos Roberto Kühl
Coordenador do Departamento de Administração – DA
[email protected]

          Este é o segundo momento neste ano que tenho a oportunidade de escrever um texto para o nosso Mensageiro Luterano. Refletindo sobre o que poderia colocar, me veio à mente enfatizar um pouco mais a necessidade de se cumprir o que está disposto em nosso Estatuto (Alínea “e” do Inciso II do Artigo 5º) e Regimento (Inciso V do Artigo 117) (conf. ML de jan/fev 2023, p. 6).

          Participo do Conselho Diretor da IELB desde 2018, e do Conselho Distrital desde 2013, e, em quase todas as reuniões, é reafirmada a importância de as congregações contribuírem de acordo com o determinado em nosso Estatuto e Regimento, ou seja, 11% de suas receitas próprias regulares.

          Temos evoluído, passando de um percentual de aproximadamente 6,8% de contribuição média das congregações em 2020 para um percentual de aproximadamente 8,0% em 2021 e 2022. Mas essa diferença impacta significativamente no orçamento da IELB, pois se a contribuição média das congregações aumentasse em 3 pontos percentuais (chegando aos 11% regimentais) teríamos algo próximo de dois milhões a mais em nosso orçamento.

Sabemos que algumas congregações passam por dificuldades financeiras, mas atualmente temos quase 30% de congregações que nada ofertam para o Sínodo, e apenas 30% ofertam mais de 9% de seu orçamento para o Sínodo. As demais congregações ofertam entre 0,01% e 8,99%. Por outro lado, algumas congregações têm condições de ofertar um pouco mais.

Mas antes de seguir adiante, é preciso destacar que os dados apresentados até aqui são aproximados, pois temos alguns problemas de informação (por exemplo, congregações que depositam, mas não informam à Tesouraria), mas estamos trabalhando para resolver estes problemas.

Nesses anos em que tenho participado do CD, tenho observado calorosas discussões sobre a necessidade de se trabalhar com um orçamento equilibrado. No entanto, para isso, são necessários ajustes em diversas demandas ou a busca de recursos alternativos (aluguéis ou recursos de fundos), o que acaba não sendo salutar a longo prazo.

Atualmente, as maiores fatias do nosso orçamento são para o Departamento de Expansão Missionária, no qual estão incluídas as congregações subsidiadas, o Departamento de Ensino, que abriga o nosso Seminário Concórdia, e o Departamento de Administração, responsável pelas despesas com pessoal e demais despesas do Centro Administrativo da IELB (inclusive manutenção de todo o campus do CA), ou seja, 37%, 24% e 21%, respectivamente, dos gastos previstos na proposta de orçamento de 2024.

Assim, a não contribuição ou a baixa contribuição de muitas congregações dificulta, por exemplo, a melhoria nos valores repassados às nossas congregações subsidiadas (que tem a contribuição para a IELB já retida quando dos repasses) ou a possibilidade de subsidiar novas congregações para expansão da igreja. Dificulta, ainda, a possibilidade de melhoria nas condições de nosso Seminário (financeiras, de pessoal, estruturais e, até mesmo, possibilidades de concessão de bolsas) ou, ainda, a possibilidade de outras ações de outros departamentos de nosso Sínodo (Ação Social, Educação Cristã e Comunicação).

Tendo isso em mente, conclamamos a todas as congregações que busquem cumprir o que determina nosso Estatuto e Regimento para que possamos ver nossa IELB cada vez mais forte e com possibilidade de expandir vigorosamente suas ações em todo Brasil e até em outros países (como já temos feito com muito reconhecimento), levando Cristo para todos. E acompanhe as informações financeiras da IELB, no Encarte que acompanha cada edição do Mensageiro Luterano.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase