Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Já sou assinante!

SEXTA-FEIRA SANTA – Um dia no caminho de Jesus

Pr. Iderval Strelhow | 29|03|2024| Sexta-Feira Santa| São Paulo, SP
IGREJA EVANGÉLICA LUTERANA DO BRASIL
Congregação Redentor

A história da humanidade teve o seu início no coração de Deus, por amor.

Não havia nada! Nada existia! Somente o Deus Triúno, o Criador.

A Palavra foi criando! Tudo apareceu! Tão lindo e perfeito, um esplendor.

Água! Terra! Matas! Frutas! Animais! Estrelas! Lua! O sol, com seu calor.

Que grande Deus! Poderoso! Que cria para si um mundo limpo e cheio de cor.

E para coroar a perfeição, Deus cria o ser humano. Homem e mulher, semelhantes ao Senhor.

Na casa mais bela desse mundo, Adão e Eva foram morar. O jardim do Éden era o seu lar.

Tinham de tudo! Tudo estava ao seu dispor! A tarefa era viver e da sua morada cuidar.

Mas a vida deles era ainda melhor! Não havia cercas nem muros! Nada para atrapalhar.

Com Deus, podiam conversar! O Criador ia no jardim passear! Livremente podia caminhar.

Que imagem maravilhosa! O céu se misturava com a terra, sem obstáculos para incomodar.

Mas havia uma ordem expressa! A prova de amor e gratidão!

Uma árvore, uma fruta era a exceção.

Todo o restante do jardim e do mundo estava à disposição.

Até o dia em que Eva e Adão resolveram dar ouvidos a um diálogo de dúvidas, falsa comunicação.

Comeram! Desobedeceram! Fugiram! Eles caíram, despencaram na tentação.

Deus os procurou! Onde você está? É Deus perguntando, como alguém para acolher.

A justiça inevitável de Deus iria acontecer.

Trabalho duro! Dores no parto! Expulsos de casa! Vida de sofrimentos até morrer.

Consequências de um pecado que nos fez a santidade de Deus perder.

O ser humano criou para si um mundo na contramão do original.

Sua vontade é viver sem Deus! Sua natureza só quer o mal.

Ele não consegue voltar ao Criador, à casa paternal.

O ser humano criou obstáculos sem igual.

Caminhos alternativos foram abertos, que levam à encruzilhada espiritual.

Morte eterna! Condenação total!

Assim, o acesso, o caminho, a estrada que Deus abriu, pelo ser humano foi fechada.

O primeiro e grande obstáculo foi posto, que é o pecado.

Para nós, grande demais para ser derrubado.

O segundo e grande obstáculo foi posto, que é o diabo.

Ardiloso e esperto demais para ser, por nós, derrotado.

O terceiro e grande obstáculo foi posto, que é o velho homem contaminado.

Forte demais para ser, por nós, diariamente afogado.

Obstáculos cruéis! Empecilhos que são frutos de ingratidão ao amor de Deus, que foi desprezado.

Mas o Deus Triúno não é Criador somente!

É também Salvador, maravilhosamente!

Sua graça é para todos um presente!

Amar é a sua ação mais envolvente!

E o seu perdão recebemos diariamente!

Tudo isso temos em Cristo, Redentor Onipotente!

A obra que Jesus fez custou muito caro! Foi cheia de sofrimentos e de terrível dor.

Condenaram o inocente como bandido, malfeitor.

Recebeu bofetadas, cusparadas e humilhações cheias de rancor.

Foi traído por um amigo, por dinheiro, como se possível fosse calcular o seu valor.

Também seu discípulo o negou três vezes antes do galo cantor.

Uma coroa de espinhos recebeu, com escárnio assustador.

Uma grande e pesada cruz foi obrigado a carregar até o lugar do horror.

Pregos! Marteladas! Choro! Ódio! Crucifica-o! Tudo isso era o plano Salvador!

Jesus padeceu! Sofreu! Morreu por toda a humanidade por compaixão.

Hoje, reunidos nesta igreja, lembramos a morte de Jesus com gratidão.

Nada podemos fazer! Cristo fez por nós! Agora temos o seu perdão.

A obra está completa! Está consumado! Tudo feito com perfeição.

Os obstáculos foram erguidos. O acesso interrompido.

O altar será desguarnecido. Com a morte, Jesus foi ferido.

Quando sentiu o abandono do Pai, foi o momento que mais sofreu.

E com um forte grito, Jesus morreu.

Muitos viram Jesus na cruz pendurado.

De fato, ele morreu, “Está consumado!”

E um tal José, seguidor do mestre amado,

levou o corpo de Jesus para ser sepultado.

Hoje, não tem jeito, lembramos a morte de Cristo, tristemente.

Mas volte Domingo para festejar a Páscoa e a vitória de Jesus, alegremente.

Obstáculos serão derrubados facilmente. Cristo está vivo e dá vida, eternamente. AMÉM.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução