Eu…criança!

Eu…criança!

“Papai, vamos hoje ao culto, cantar para Jesus?”

Um pedido feito por uma criança batizada

que recebeu o dom da fé, agora enraizada

em Jesus, para crescer na fé, guiada por sua luz.

Criança batizada é como planta recém-brotada,

precisa de cuidados, alimentos bons, frequentes,

que a façam crescer sadia, no corpo e na mente,

e sua alma também receba nutrição, através da Palavra.

Não tem como pular etapas no alimento corporal.

Primeiro o leite, depois os outros sólidos acrescentados.

Assim, também a fé, com músicas pela mãe cantadas,

ou frases simples, à noite, faladas depois da oração geral.

Deus concede filhos por presente de sua grande graça e bênção.

E continua a abençoá-los, através de pais cristãos e responsáveis,

que não se omitem, tentam tornar seu lar leve e agradável,

com Jesus sempre presente, na alegria, na dor e aflição.

“Papai, vamos hoje ao culto, cantar para Jesus?”

Que este pedido ressoe hoje e sempre em muitos corações,

alegrando a Deus, o Pai, a anjos e a muitos irmãos,

companheiros da jornada neste mundo, rumo ao lar celeste, a LUZ!

Rosemarie Kunstmann Lange

Esteio, RS

Agosto 2022

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Veja também

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).

O que alimenta nossa fé?

Esse foi o tema do Congresso de Servas e Leigos do DIVALI