70 anos da Congregação Santa Cruz, de Ponta Grossa, PR

Nostalgia com resgate histórico marcou celebração

O dia 24 de março de 2024 ficará marcado na história da Congregação Santa Cruz, de Ponta Grossa PR. Um culto especial celebrou os 70 anos de fundação da Congregação.

Com a participação da prefeita da cidade e demais autoridades civis e eclesiásticas, às 9h, foi realizada uma cerimônia cívica na qual a congregação recebeu uma placa e uma moção honrosa da Câmara Municipal pela sua ativa participação na sociedade local. Em seguida, foi realizado o culto no qual o presidente, pastor Geraldo Schüler, dirigiu a mensagem e a liturgia foi conduzida pelos pastores Everton Wrasse e Rudinei Mass, pastores locais, com o apoio do conselheiro distrital, pastor Ervino Martim Spitzer, e demais pastores do distrito.

Após o culto, houve um almoço de confraternização no salão paroquial e, à tarde, no templo da congregação, foi realizada um devocional pelo pastor Flávio Luis Hörlle, e um momento de destaque a fatos históricos da congregação, pelo pastor Sérgio Renato Flor, ambos ex-pastores da congregação. O presidente também fez uso da palavra para compartilhar informações sobre a IELB e os seus desafios.

Os presentes puderam ainda, com muita emoção, ouvir a saudação da viúva do pastor Cristiano Joaquim Steyer, Sally Steyer, e seu filho.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Veja também

Pastor é instalado em Sinop, MT

Mauro Scheibler irá atuar na Paróquia Emanuel

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).