Novo templo em Barra do Sul, SC

Vice-presidente de Expansão Missionária, Heder Gumz, prestigiou a inauguração

Um culto festivo, no dia 3 de março, marcou com muito louvor e gratidão a inauguração do templo da Congregação São Marcos, em Barra do Sul, litoral de Santa Catarina. As mais de 300 pessoas presentes agradeceram pelas bênçãos derramadas sobre o trabalho realizado lá durante 27 anos.

O pastor local, Daniel Lessa, falou da alegria de levar a palavra de Deus aos membros, tanto nas horas de alegria como nas de tristeza: “ E esta igreja é mais que pedras e argamassa. É a prova do amor incondicional de Deus por nós”. O vice-presidente de Expansão Missionária, Heder Gumz, presente à inauguração, ressaltou: “ A igreja está linda, mas lindo mesmo é o que tem lá dentro. Um povo alegre que louva e adora ao nosso Deus”.

A Congregação São Marcos conta com 101 membros e pertence à Paróquia Santíssima Trindade, de Joinville, SC.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Veja também

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase

Livres para servir: o papel da religião na promoção do bem comum

A realização dos ideais religiosos depende da preservação da liberdade religiosa – o direito fundamental de praticar, expressar e manifestar suas crenças sem discriminação ou perseguição. Defender a liberdade religiosa não é apenas uma obrigação legal, mas um imperativo moral que garante o florescimento de diversas comunidades religiosas e promove um ambiente propício ao diálogo e à cooperação

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó