O que alimenta nossa fé?

Esse foi o tema do Congresso de Servas e Leigos do DIVALI

O Distrito Vale do Itajaí (DIVALI) realizou, no dia 7 de abril, em Taió, SC, o Congresso de Servas e Leigos, tendo como tema “O que alimenta nossa fé?”, com versículo-base: “a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo” (Rm 10.17). A programação reuniu mais de 200 pessoas e contou com eleição e instalação da nova Diretoria Distrital. 

Os pastores Hilbert Wendler Jr. e Elmar Regauer dirigiram suas palestras ao longo da manhã, sendo dirigidas para todos os participantes, e, à tarde, os Leigos participaram de um momento especial com o representante da Liga Nacional de Leigos Luteranos do Brasil (LLLB), Ronaldo Pimentel Ramos, enquanto as Servas foram agraciadas com uma dinâmica, baseada no tema e versículo base, além da apresentação dos trabalhos da Liga, pela representante da Liga Nacional de Servas Luteranas (LSLB), Marilanda Leitzke, por meio de vídeo, que também incentivou as participantes a fazerem assinaturas da Revista Servas do Senhor. Durante o evento, também foram arrecadadas mantas e toalhas com cores neutras para doação a asilos da região.

DESAFIO LSLB

O DIVALI tem como desafio deixar uma marca nos lugares onde acontece o congresso anual, com doação para entidades beneficentes e hospitais do nosso distrito. Este desafio vem acontecendo desde o ano de 2018.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução