Catecismo Menor

Este livro está dividido em duas partes. A primeira é o Catecismo Menor, escrito pelo dr. Martinho Lutero em 1529. Nele Lutero resume, na forma de perguntas e respostas, as seis partes principais das doutrinas da Bíblia Sagrada. A segunda parte deste livro, foi elaborada pelo pastor dr. Heinrich Christian Schwan, em 1896, são explicações detalhadas e comprovadas com textos bíblicos, das mesmas partes apresentadas por Lutero. A primeira edição em Português, foi publicada em 1920, em tradução do pastor dr. Rodopho Hasse.

O Catecismo Menor de Lutero, foi originalmente escrito para os pais ensinarem aos seus filhos as principais doutrinas da Bíblia com respeito à salvação da humanidade que Deus preparou e realizou em seu Filho Jesus Cristo. É um resumo tão extraordinário das principais verdades bíblicas que ficou conhecido como a Bíblia do Povo.

Atualmente o livro está na 37ª edição do Catecismo Menor de Martinho Lutero, com explicações do dr. Heinrich Christian Schwan, e traz significativos acréscimos que enriquecem ainda mais o seu conteúdo, facilitam o seu uso e valorizam este clássico da instrução cristã também em sua apresentação. Para isso foram acrescentadas notas explicativas quando palavras ou textos mais difíceis assim o sugeriam; livros da bíblia, classificados em seus respectivos contextos para melhor compreensão histórica, cronológica e dos propósitos de Deus com o seu povo; alguns símbolos cristãos, com a explicação do seu significado e uso na vida da Igreja Cristã e Luterana; sites e portais, como fontes de pesquisa, conhecimento e interação com os diferentes segmentos da Igreja Cristã e da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) e instituições parceiras.

AUTOR: Martinho Lutero

TRADUÇÃO: Rodolpho Hasse

FORMATO: 13,5 x 18,5

NÚMERO DE PÁGINAS: 208

Adquira o Catecismo Menor aqui.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Veja também

Você já reclamou de um presente dado por Deus?

“Quem vem aí?”, me perguntou uma senhora na saída do culto. Ao responder que era mais um menino, ela disse: “Ah, não!! Tinha que ser uma menina!” Quase sem acreditar no que ouvi, questionei: “Por quê? Não mesmo! Quando Deus envia o presente, a gente aceita com gratidão”.

Dores que fazem crescer

“Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam” (Tg 1.12).

O que alimenta nossa fé?

Esse foi o tema do Congresso de Servas e Leigos do DIVALI