Da autoridade secular

Escrito em 1522, neste texto Lutero fala a respeito de governantes, de seu poder e autoridade. Além disso, verifica se uma pessoa cristã pode assumir cargo ou função política e até que ponto pode e deve obedecer a uma autoridade constituída. A ética política cristã busca distinguir e relacionar corretamente o reino de Cristo e o reino do mundo.

Por trás deste texto de Lutero há uma questão que não estava resolvida em seu tempo e que seguidamente ressurge: como se pode renunciar ao uso da violência e, ao mesmo tempo, exercer uma função política? Além disso, pouco antes do surgimento do livro, sua tradução do Novo Testamento havia sido confiscada em Nürnberg, no Ducado da Saxônia e na Marca Brandenburgo. Desse fato decorreu outra pergunta, que Lutero busca responder em seu livro: até onde vai o poder da autoridade? Até onde o cidadão lhe deve obediência? É em decorrência dessas perguntas que Lutero fundamenta o poder político e descreve a posição do cristão em relação a este.

Autor: Martinho Lutero

Número de páginas: 88

Público: jovem/adulto

Adquira aqui

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Despedida e recepção de pastor em Ivaí, PR

Pastor Jandir Krebs recebe título de emérito e pastor Juliano Mülling Timm é instalado na Paróquia São Paulo

Veja também

Despedida e recepção de pastor em Ivaí, PR

Pastor Jandir Krebs recebe título de emérito e pastor Juliano Mülling Timm é instalado na Paróquia São Paulo

Acontece nas melhores famílias!

O que vemos nos consultórios hoje em dia, mascarados de supostos diagnósticos e muitos rótulos, são grandes exemplos da falta de tempo em família.

Congressão JELB 2025

Programação será dos dias 28 de janeiro a 2 de fevereiro de 2025, em Sumaré, SP