UM POR TODOS, DOZE POR UM

Você, caro leitor, com certeza, conhece uma frase semelhante: “Um por todos, todos por um!”. De onde, mesmo? De quem ela nos lembra? Ah! Claro. Dos três mosqueteiros, os fiéis escudeiros do rei! Personagens de histórias incríveis, aventuras, lutas, coragem e muita ação!
No entanto, não são desses personagens que trata este livro. Ele descreve, com detalhes, doze homens comuns, leais, sim, mas não cavaleiros, não heróis, e, a bem da verdade, nem sempre corajosos. Este livro fala da vida de homens que abandonaram tudo e seguiram o desconhecido: um Rei. O MESTRE. Para onde? Não sabiam. O que enfrentariam? Não sabiam. Que armas usariam? Descobririam ao longo do caminho. Cada um dos doze conta a sua história, vivida junto àquele que fez A HISTÓRIA.
São histórias reais, vividas em lugares e épocas distantes, de doze pessoas escolhidas “a dedo” e que são exemplos a serem seguidos. Elas revelam experiências humanas marcantes, mensagens compartilhadas de geração em geração, de homens que deram suas vidas para tornar conhecida, no mundo inteiro, a única e suficiente esperança que encontraram neste UM POR TODOS!


AUTOR: Celiane da Rocha Witt Vieira
ILUSTRADOR: Bruno Solis de Campos
DIMENSÕES: 20 x 26 cm
NÚMERO DE PÁGINAS: 92 páginas

SAIBA MAIS SOBRE O LIVRO, ASSISTA AO VÍDEO E FAÇA DOWNLOAD DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES AQUI.

ADQUIRA O LIVRO AQUI.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Nossa oração mudou

   ”Deus, abençoe as pessoas pobres e ricas que perderam tudo na enchente. Que elas consigam o que vestir, o que comer e uma casa para morar”

Veja também

Nossa oração mudou

   ”Deus, abençoe as pessoas pobres e ricas que perderam tudo na enchente. Que elas consigam o que vestir, o que comer e uma casa para morar”

ANEL participa de Congresso Nacional de Escolas Luteranas da Argentina

Presidente Marlus Seling, diretor-executivo Nelci Senger e vice-presidente de Ensino da IELB, Joel Muller, representaram o Brasil no evento que reuniu mais de 300 participantes

O surgimento de uma tradição cristã

Participaram das aulas 19 alunos de diversos lugares do Brasil e do continente americano, tais como Canadá, México, Venezuela e Paraguai.