55º Culto Cantate

Programação será no dia 27 de agosto, às 18h, no Seminário Concórdia

Cantate é uma palavra latina que significa “cantai”. O Culto Cantate é uma tradição da Igreja Luterana surgida na Alemanha com o fim de enfatizar a mensagem cristã através do canto, enriquecido e acompanhado de instrumentos.

Hoje celebramos o 55º Culto Cantate com a participação dos Coros do Seminário e coros da região. O primeiro Culto Cantate na IELB foi celebrado em 1967, numa iniciativa do Prof. Hans-Gerhard Rottmann. A família Rottmann é descendente dos iniciadores dos Cultos Cantate na Alemanha, na segunda metade do século XIX.

Neste ano de 2023 o tema da IELB é “Enraizados e edificados em Cristo”. O Culto Cantate vai nos mostrar como este tema se torna presente nas composições que surgiram e continuam surgindo a partir das cinco partes fixas da liturgia cristã: Kyrie, Gloria, Credo, Sanctus e Agnus Dei.

A liturgia cristã é um testemunho de fé. Seu texto une gerações e gerações, mostrando que a fé, mediante a qual nos é conferida a salvação, é a mesma que tiveram as gerações anteriores a nós. Mas o texto da liturgia cristã também nos incentiva a criarmos músicas relacionadas ao seu conteúdo ou criar novas músicas com o mesmo texto milenar.

Durante o período da Idade Média, quando a pregação da palavra de Deus foi colocada em segundo plano, a liturgia cristã, junto com a arte cristã em geral, teve papel preponderante para enraizar e edificar o povo de Deus em sua palavra. Lutero fez uma revisão da liturgia histórica e a devolveu ao povo com ênfase na justificação pela fé. Assim, a Reforma contribuiu para que as pessoas fossem enraizadas e edificadas em Cristo.

Com o 55º Culto Cantate queremos também enraizar e edificar o povo de Deus em Cristo. A música é suporte e meio para a proclamação da palavra que nos torna “enraizados e edificados em Cristo”.

Veja aqui a programação.

Prof. dr. Raul Blum

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Veja também

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Cheiro de salvação

O texto de 2 Coríntios 2.14 diz assim: “como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas”.

Quem está nas trincheiras ao seu lado?

Quando a gente casa, traz uma bagagem para a vida a dois. Nesta bagagem, estão os valores aprendidos em casa, as experiências de relacionamentos anteriores, nossa profissão talvez, sonhos e desejos.