A relação entre humanos e animais de estimação

É fundamental estabelecer um equilíbrio saudável em nossa relação com os animais. Deus nos dotou com o dom do discernimento e da responsabilidade moral, nos capacitando a cuidar desses seres com sabedoria. Devemos assegurar que nossa dedicação aos animais não substitua os laços humanos tão importantes nas relações humanas.

Ervino Spitzer
Pastor Conselheiro da LLLB
www.lllb.org.r

Desde a criação, Deus nos presenteou com um propósito e um amor incondicional. Como seres humanos, fomos agraciados com inteligência, livres para tomar decisões e uma alma imortal, tornando-nos únicos e preciosos aos olhos divinos, feitos à sua imagem. Deus criou também todos os animais que são como presentes divinos que enriquecem nossa vida de maneira singular. Em especial, os animais de estimação, que nos proporcionam amor incondicional, alegria e companheirismo, aliviando o estresse e trazendo serenidade e bem-estar. Através deles, aprendemos valiosas lições, como por exemplo, a lealdade!

No entanto, é fundamental estabelecer um equilíbrio saudável em nossa relação com os animais. Deus nos dotou com o dom do discernimento e da responsabilidade moral, nos capacitando a cuidar desses seres com sabedoria. Devemos assegurar que nossa dedicação aos animais não substitua os laços humanos tão importantes nas relações humanas. Cada ser ocupa um lugar e tem importância ímpar dentro da criação.

Ao desfrutarmos da companhia maravilhosa de animais de estimação, é essencial lembrar que eles são dádivas divinas destinadas a alegrar nossas vidas, porém não devem ocupar o lugar dos seres humanos. Valorizar o ser humano e buscar o amor incondicional deve estender-se a todos ao nosso redor, criando uma comunidade moderada em compreensão, apoio e cuidado mútuo.

Enquanto cultivamos a empatia, justiça social e amor compassivo, podemos apreciar a presença de animais de estimação, reconhecendo seu valor e contribuição para nosso bem-estar emocional. Ao mesmo tempo, devemos direcionar nossa atenção e cuidado para os seres humanos mais vulneráveis em nossa sociedade. Crianças abandonadas, idosos solitários, pessoas com deficiências e famílias em condições precárias merecem nossa dedicação e proteção, pois esta é a vontade de Deus, o criador.

Assim, é indispensável encontrar um equilíbrio harmonioso entre o cuidado com os animais e a preocupação com os seres humanos. Apreciar a presença dos animais de estimação enquanto trabalhamos para construir um mundo onde todos, humanos e animais, sejam valorizados e respeitados em seus devidos lugares e posições na sociedade, é um desafio nobre que devemos abraçar.

Em um mundo onde a presença de animais de estimação é cada vez mais comum, é fundamental ressaltar que cada criatura, seja ela um animal ou um ser humano, possui um papel único dentro da criação divina. Mesmo que os animais de estimação tragam alegria e companheirismo para nossas vidas, é importante lembrar que as relações humanas também são essenciais e insubstituíveis.

Ao reconhecer que cada ser vivo tem o seu lugar dentro da criação divina, podemos desfrutar do amor e do companheirismo dos animais e os preservar, enquanto construímos relacionamentos humanos sólidos e enriquecedores, afinal, quando Jesus veio ao mundo para o salvar, o fez em favor da humanidade! Animais de estimação são presentes de Deus para nós; seres humanos, são criação à imagem e semelhança de Deus!

Acesse aqui a versão impressa.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

Veja também

A parábola do semeador

A cultura digital afasta-nos da terra. Por mais evoluídos que sejamos, não podemos perder contato com a terra, a terra somos nós mesmos, pó é nossa origem e nosso destino. O período de uma vida transcorre de pó a pó

A subjetividade contemporânea do rolar a tela do celular

O Tik Tok passa a predominar e compor o mundo intrapsíquico do ser humano. E tal composição atinge milhões de pessoas, como uma espécie de hipnose pandêmica.

A dolorosa volta para casa

Após 20 ou mais dias, vítimas da enchente no RS começam a retornar aos seus lares para limpeza e reconstrução