IMU 2023: do Rio de Janeiro a São Paulo

Projeto iniciado em 2015 no Rio inspirou a 1ª edição na capital multicultural brasileira

Pastores Matheus Schmidt, Lucas Pinz Graffunder e Daniel Barreira Alves Falkenstein
Comissão organizadora IMU-SP

O projeto Imersão na Missão Urbana (IMU) foi criado em 2015, no Distrito Rio de Janeiro. Desde então, o curso foi oferecido a estudantes do seminário, pastores e lideranças, e teve como objetivo o ensino e a observação da missão em um contexto urbano.

O desejo de pensar a missão urbana em São Paulo fez com que o Distrito Paulista, em parceria com o Seminário, a IELB e a Hora Luterana, abraçasse o projeto com o mesmo propósito de proporcionar aos participantes experiências que abordem diferentes tipos de missão, projetos e ações que visem a participação intencional da igreja no contexto urbano.

Entre os dias 13 a 18 de julho, nas dependências da Congregação Luterana Concórdia, estiveram presentes sete estudantes do Seminário, dentre eles, dois que estão fazendo o seu estágio no Distrito Paulista; além da participação de alguns pastores da igreja.

Os dias foram preenchidos com momentos de oração, de estudo e reflexões sobre a missão urbana. Com o “pé no chão”, fomos a vários locais importantes da cidade, vivenciamos diversas culturas, percebemos os desafios de deslocamento, entre outros aspectos que são pertinentes aos grandes centros urbanos.

Iniciamos o curso nas dependências da Hora Luterana, a qual, além de ser a instituição missionária mais importante dentro da IELB, tem se destacado no trabalho missionário de levar Cristo aos mais diversos contextos e nas mais diversas plataformas, física e digital, tendo como exemplo o projeto Vivenciar.

O evangelismo digital é uma necessidade para os dias de hoje. Com esse propósito, conhecemos também a instituição Christian Vision (CV) que disponibiliza vários projetos, oferecendo conteúdo de qualidade e ferramentas digitais para conectar pessoas com as igrejas.

A plantação e revitalização de igrejas foi um dos principais tópicos do IMU. Após refletirmos sobre as bases teóricas, visitamos os projetos da Igreja Presbiteriana, Comunidade da Vila e IPBUT, igrejas que foram plantadas e revitalizadas.

Por fim, refletimos sobre os mais diversos contextos e culturas em que estamos inseridos. Nesse sentido, tivemos contato com missionários da Igreja Batista e da Assembleia de Deus, que falaram sobre projetos que desenvolvem na cidade de São Paulo. Dentre estes, destaca-se o envolvimento e o trabalho na Cracolândia. Também visitamos um culto na Igreja Bola de Neve e o projeto Shalom, da Igreja Católica.

Podemos dizer que o que mais impactou a todos nós foi o amor, o comprometimento, a alegria genuína de ver tantas pessoas levando a semente do evangelho aos mais diversos contextos da cidade de São Paulo.

O nosso desejo é que cada um volte para casa com um ardente desejo de conduzir pessoas a Jesus Cristo, que perceba as necessidades da cidade e seja um instrumento do Senhor na vida dos que sofrem.

*Os pastores organizadores da 1ª edição do IMU-SP compartilharam suas impressões e avaliações no programa Revista CPT, do canal CPT da IELB (assista aqui).

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase