Igreja Luterana em Angola enfrenta desafios, mas não está desanimada

A Igreja Luterana Confessional em Angola (ILCA) enfrenta desafios, mas não está desanimada. Segundo relato do presidente da ILCA, Rev. Benjamim Nzuzi Mavungo, nossos irmãos africanos estão tendo dificuldades para realizarem cultos em algumas províncias, problemas anteriores ao coronavírus, mas continuam firmes na fé deste povo que conhece o Deus que é fiel e fortalece a sua igreja em meio às dificuldades.

Pastor Mavungo agradece ao apoio para a instalação de uma marcenaria dentro do templo da Congregação São Jeremias e doação de materiais para a confecção de 80 bancos que serão distribuídos aos locais onde já é possível realizar cultos presenciais. “Alguns locais estão realizando cultos domésticos enquanto aguardam o material de segurança (baldes com torneiras, termômetros lazer, álcool gel) para a retomada dos cultos presenciais”, comentou ele, acrescentando que o novo calendário acadêmico foi divulgado e que há probabilidade de retornar às aulas no seminário em Angola nesta semana.

No entanto, o presidente da ILCA ressaltou a preocupação com a situação social dos pastores. “Estamos vivendo um momento muito crítico economicamente. Esperamos que uma solução venha aliviar o sofrimento de nossos colegas”, afirmou.

O vice-presidente de Ação Social da IELB, pastor Airton S. Schroeder, reforça que “nossa oração é que Deus abençoe e que tudo possa acontecer em breve, e as reuniões levem corações e lábios exultar diante do Senhor em louvor e oração, sendo fortalecido na comunhão, Palavra e celebração da ceia do Senhor”.

Interessados em conhecer e apoiar a missão da IELB em solo africano, clique aqui ou entre em contato com o pastor Airton pelo email [email protected].

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Veja também

Deus nos livre de nós mesmos

Um coração adoentado desta forma jamais conseguiria restaurar, por si só, a salvação jogada fora lá no Éden. Por isso, o perdão e a restauração deste coração corrompido estão unicamente em Jesus

Missão Feliz, RS, completa 8 anos

A missão iniciou em 2016, com seis pessoas e hoje, já são 29 pessoas ativas e alguns visitantes

Setenta anos, a Igreja em missão em Baixo Guandu, ES

Congregação Da Paz celebrou culto festivo no dia 14 de abril