Mensageiro Luterano de abril

Caros amigos e assinantes do Mensageiro Luterano

Cientes do problema que o país e o mundo estão enfrentando em decorrência do Corona vírus – Covid 19 comunicamos que a edição de abril do Mensageiro Luterano será disponibilizada integralmente no site www.mensageiroluterano.com.br. Acesse, cadastre-se e leia gratuitamente.

Assim como muitas empresas limitaram seu funcionamento ou fecharam temporariamente suas produções, as gráficas fizeram o mesmo. Sendo assim, o Mensageiro Luterano não tem data prevista para ser impresso. Logo que a situação se normalizar, a revista será impressa e enviada a todos os assinantes normalmente.

Aproveitamos o momento para divulgar a revista oficial da Igreja Evangélica Luterana do Brasil. Artigos, reflexões, estudos e notícias da Igreja em todos os cantos do país estão à disposição para formar e informar aos leitores. Aproveite este momento de quarentena para ler e compartilhar conteúdo cristão e a revista Mensageiro Luterano com amigos e familiares.

Leia, compartilhe, divulgue!

Acompanhe alguns destaques da edição de abril:

A PALAVRA DE DEUS É PRA HOJE

A Bíblia é essencial para a vida das pessoas? Também agora que o mundo vive cheio de dúvidas, angústias e inquietações nas mentes e corações de todos?

Para nós que confiamos em Deus e na sua Palavra, a Bíblia é artigo de primeira necessidade em meio a toda essa crise. Ela aponta para o amor de Deus em Jesus Cristo, ela traz consolo, traz orientação para a vida e traz ESPERANÇA. Nessa hora, devemos buscar nossa força na Palavra de Deus e apontá-la como a bússola que irá orientar todos nós em meio a esta turbulência que vivemos.

O ANTÍDOTO PARA OS SINTOMAS DA MORTE

Sabemos pela Palavra de Deus que o salário do pecado é a morte (Rm 6.23a). Mas em nossa correria do dia a dia acabamos nos esquecendo que somos pecadores e que os sintomas da morte também se fazem presentes em nossa vida. Nesse nosso jeito de ser e viver comemoramos o último Natal, o Ano Novo, curtimos as férias e, de repente, ouvimos falar que, na China, milhares de pessoas estavam ficando gravemente enfermas e algumas delas estavam morrendo por causa da mutação de um vírus, o novo coronavírus, também chamado de COVID-19. Até então estávamos “tranquilos”, pois se tratava de um problema que atingia um país distante e parecia que estávamos imunes a esse mal. Mas, na era da globalização, tudo acontece com muita rapidez, inclusive a proliferação de viroses e outras enfermidades.

JESUS “PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS”. E TAMBÉM SOB CAIFÁS!

No Credo Apostólico, afirmamos que Jesus Cristo “padeceu sob Pôncio Pilatos”. No Credo Niceno, confessamos que o Senhor Jesus Cristo foi “crucificado por nós sob Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado”. Duas coisas chamam a atenção. Em primeiro lugar, nos Credos aparece o nome completo do governador romano: Pôncio Pilatos. No Novo Testamento, essa forma mais longa aparece apenas três vezes (Lc 3.1; At 4.27; 1Tm 6.13). Em geral, é apenas “Pilatos”, 52 vezes, no Novo Testamento. Também chama a atenção o fato de que, nos Credos, o padecimento de Cristo é associado unicamente a Pilatos. Não se faz referência ao julgamento de Cristo no tribunal judaico, mas Jesus padeceu também “sob Caifás”.

QUARESMA E PÁSCOA

Neste mês de abril termina o período quaresmal e começa o período pascal. O período quaresmal foi instituído pelo Papa Gregório, o Grande, no ano 600 A.D. Ele fixou, em preparação à Páscoa, um período de 40 dias de jejum, meditação e oração. Quanto ao jejum, não se pensa em jejum completo, mas em alimentação moderada, abstenção de festas, a fim de que nada possa impedir nossa preparação para a grande festa da Páscoa.

CORONAVÍRUS ESCLARECIMENTOS E REFLEXÃO

Estamos em meio a uma pandemia mundial de coronavírus. Todo o mundo está em pânico. O objetivo deste texto é trazer esclarecimentos à igreja. Mas também aproveitamos o espaço para uma breve reflexão sobre o papel que a igreja deve desempenhar em meio ao caos social.

Assine o Mensageiro Luterano aqui

Leia a revista aqui

Artigo anterior
Próximo artigo

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Veja também

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Um fim em comum!

E para cumprir com seu propósito, a IELB: utilizará os meios de comunicação; produzirá e distribuirá livros e material religioso, fundando e mantendo organizações com essa finalidade. Esse é o porquê de a Igreja ter uma editora.

14º Encontro Nacional de Escolas Luteranas (14º ENEL)

Em 1524, Lutero elaborou um documento que lançaria as bases de conceitos como educação pública e gratuita, universalização do ensino, ludicidade no processo ensino-aprendizagem, educação interacionista, protagonismo do aluno, aprendizagem significativa e de uma educação com propósitos existenciais, fundamentada nos princípios cristãos.