O arrependimento no tom de advento




Em meio
aos atropelos e agitações de dezembro, somos brindados com o tempo de advento.
Um tempo que nos convida a preparar-nos. Não apenas o preparar vitrines, casas
e jardins com os enfeites natalinos. O advento quer preparar nosso coração.
Este mesmo, que por vezes está tão agitado com a agenda cheia de fim de ano. O
advento quer falar aos corações. Machucados. Aflitos. Adormecidos.

Para nos
preparar e falar ao coração, o advento nos apresenta uma figura clássica do
tempo de advento. João Batista. Aquele que preparou o caminho para o Senhor.
Que não vivia em castelos luxuosos, mas no deserto. Homem de vida simples. Mas
de mensagem poderosa: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus”
(Mt 3.1). Arrependimento. Eis a mensagem que ecoava pelo rio Jordão. Sua
mensagem ia fundo nos corações. E aos hipócritas, a mensagem ganhava uma
entonação especial: “Produzi, pois, frutos dignos do arrependimento” (Mt 3.8).

Arrependimento.
Uma palavrinha tão em desuso em nossos dias. Na euforia do politicamente
correto, falar em arrependimento e mudança de vida até parece ser antiquado,
ultrapassado. Bem ao estilo do “quem é você para dizer que estou errado?”.

Mesmo
assim, ela precisa ecoar pelos cantos da cidade. E chegar a todos os corações.
Não como um arrependimento raso e simplório, de uma leve tristeza por uma falha
cometida. O arrependimento que o advento coloca diante de nossos olhos é
profundo. É confessar que somos pecadores. É sentir o peso esmagador da culpa
diante de Deus. E, do fundo do poço, olhar para a cruz. E crer que, nela, o
Cordeiro de Deus foi sacrificado para perdão dos pecados. Não como uma ideia
vaga e no mundo das ideias. Mas algo real. Jesus é perdão para o meu pecado. É
alívio para minha consciência. É meu resgate do inferno. É minha salvação. É a
minha vida eterna. E, já agora, é a minha força para mudar de vida.

Sob os
doces tons de advento, faço ecoar no seu coração esta mensagem. Arrependa-se
dos seus pecados. Creia em Cristo. Mude de vida. Abandone seus pecados
favoritos. Deixe para trás seus pecados de estimação. Liberte-se com o perdão
do menino Jesus.

Então fica
a dica: prepare-se. O natal está chegando. Prepare-se. O reino dos céus está
chegando. Não se perca em meio aos atropelos de fim de ano. Arrependa-se. Creia
em Cristo. Ainda há tempo.

 

 

Bruno Serves

Pastor em Candelária,
RS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Veja também

Emergindo das águas: Um novo começo

A nossa querida Editora Concórdia irá se reerguer e continuará a ser a editora da teologia bíblica e confessional que herdamos da Reforma. Publicando a Palavra que permanece.

Um fim em comum!

E para cumprir com seu propósito, a IELB: utilizará os meios de comunicação; produzirá e distribuirá livros e material religioso, fundando e mantendo organizações com essa finalidade. Esse é o porquê de a Igreja ter uma editora.

14º Encontro Nacional de Escolas Luteranas (14º ENEL)

Em 1524, Lutero elaborou um documento que lançaria as bases de conceitos como educação pública e gratuita, universalização do ensino, ludicidade no processo ensino-aprendizagem, educação interacionista, protagonismo do aluno, aprendizagem significativa e de uma educação com propósitos existenciais, fundamentada nos princípios cristãos.