Um novo jeito de ser Igreja!

Viver em um tempo de pandemia é algo novo e muito diferente para a maioria das pessoas. É tenso, desafiador, dá medo e angústia. Ser igreja em um tempo assim pode ser ainda mais estranho. Talvez quem tenha vivido em tempos de guerra e perseguições, ainda se lembre das dificuldades daquela época para preservar e fortalecer a sua fé.

Os tempos são outros. Algumas dificuldades talvez parecidas, como o caso de, por decreto em muitas cidades, a greja não poder reunir-se em culto público, pelo menos não com todos os membros. O fato é que as soluções para este problema, hoje em dia, são muito diferentes. Está aí a nossa aliada internet para mostrar uma infinidade de novas possibilidades de a igreja se fazer presente na vida e na casa dos membros. Mas não só ela. Com a quarentena, pastores, membros e a IELB como um todo precisaram se adaptar, se reinventar, buscar novas formas de comunhão e de abastecer as famílias com a Palavra de Deus em forma de estudos, cultos, devoções e louvores. Presenciais ou virtuais.

O Mensageiro Luterano tem acompanhado uma quantidade imensa de novas e belas ações neste sentido. Elas estão por todos os lados. Buscamos apenas alguns depoimentos de pastores e congregações sobre estas ações pelas diferentes cidades brasileiras. Infelizmente não conseguimos contemplar a todos, como de fato gostaríamos. Certamente, as páginas de nossa revista seriam insuficientes para contar tantas histórias sobre um diferente, novo, mas também sempre igual e profundo jeito de ser igreja na vida das pessoas: fundamentados em Jesus Cristo.

IELB unida contra o coronavírus

Conforme posicionamento do presidente da IELB, em nota e vídeo, orientando a suspensão temporária das atividades das igrejas, incluindo cultos, devido à pandemia do coronavírus, a IELB disponibilizou alternativas para os membros. A IELBcom, juntamente com os pastores da Diretoria Nacional, está produzindo cultos que são transmitidos ao vivo e com reprise na Rádio Cristo para Todos. Agora são quatro opções: sábados e domingos às 9 e às 19 horas. Também ampliou a oferta de devocionais e mensagens na programação do final de semana. Ouça em radiocpt.com.br. Além disso, diversos programas da Rádio têm abordado a situação que o país está vivendo e como a Igreja pode ajudar a enfrentar a pandemia, com cautela, bom senso, fé e esperança em Deus Criador.

O Departamento de Educação Cristã também aumentou a oferta de cultos domésticos, de mensal para semanal. Além disso, o site da IELB disponibiliza diversos conteúdos para alimento e crescimento espiritual de toda a família, em parceria também com a Editora Concórdia e a Hora Luterana.

A IELBcom disponibilizou um tutorial para auxiliar pastores e congregações a fazerem transmissões ao vivo e também para fazerem gravações. O material foi preparado pelo editor responsável pelo audiovisual da IELBcom, Éderson Wasem.

Belém, PA

“No dia, 28 de março, iniciamos as atividades da Escola Dominical com aula gravada. As crianças, mesmo de longe, assistiram à aula como, quando e onde conseguiram, e os pais realizaram a atividade junto de seus filhos em casa. É muito gratificante ver que as famílias estão empenhadas para que seus bens mais preciosos continuem a receber a Palavra de Deus”.

Valdir Klemann e a professora Aloysia, Paróquia Concórdia

São Paulo, SP

“O Coral Luterano Redentor é composto por voluntários, membros da Congregação Redentor e professores/funcionários do Colégio Luterano São Paulo. O coral tem recebido o auxílio, na preparação vocal e regência, da professora Amarílis Coev, que é professora do Colégio Luterano, e seu marido, Rogério Pefi. A ideia da gravação do vídeo surgiu após um ensaio virtual, conduzido pelos professores Amarilis e Rogério, em virtude da impossibilidade dos ensaios presenciais. O coral decidiu gravar uma das músicas que estava ensaiando para a Páscoa, para que fosse transmitida durante o culto de Páscoa da Congregação e enviada às famílias do colégio, como mensagem de Páscoa.”

Pastor Iderval Strelhow, Congregação Redentor

Cariacica, ES

“Estou fazendo um bate-papo em lives no Facebook, chamado ‘SER PASTOR NA PANDEMIA’ cuja ideia é trazer textos de teólogos que trataram de temas importantes como sofrimento, morte e salvação em tempos de crise. Lutero viveu as dificuldades de uma epidemia em seu tempo, e o texto ‘As 14 consolações’, embora anterior à epidemia, retrata uma teologia profunda sobre sofrimento e a presença de Deus. Como o que temos vivido levanta questões muito profundas a respeito de Deus, pensei ser importante trazer este texto para um bate-papo, visto que muitos têm procurado algo substancial para tentar entender a pandemia. Lutero é o primeiro de outros autores que virão a seguir.

Sinto que as pessoas que têm acompanhado manifestam interesse para encontrar consolo e conhecimento. Já aparecerem questões relacionadas ao controle de Deus sobre o mundo, sobre o enfrentamento da morte e sobre decisões éticas difíceis que o mundo está enfrentando (como escolher quem vai para o respirador ou não).”

Pastor Gabriel Schmidt Sonntag, Paróquia Esperança

Nova Hartz, RS

“Realizamos seis cultos na Semana da Páscoa. Três na Sexta-feira Santa e três na Páscoa. Com inscrição de 25 pessoas. Foram cultos 2 em 1, Paixão de Cristo e Ressurreição no mesmo Culto.

Juntamos dois em dois bancos, álcool gel na entrada, e álcool a 70° para limpeza após cada culto. A santa ceia foi com a hóstia em copinhos descartáveis, como o vinho, cada qual se servindo pessoalmente. Família por família. Com o devido espaçamento, numa mesa diante do altar.

As ofertas e contribuições foram abundantes, somaram o valor para fazer frente durante o próximo mês, sem falarmos nada sobre isso com os membros.

Foi gratificante em todos os sentidos. Faremos o mesmo nos próximos fins de semana, com três cultos a cada fim de semana.”

Pastor Adilson Schünke, Congregação Emanuel

Cacoal, RO

“Sempre utilizei o manual Boas Novas para a instrução de adultos. Gosto muito do material porque a proposta dele é ser direto e profundo. Fizemos aqui a instrução online, porque não queria que as pessoas interessadas em ser membros da igreja ficassem com a sensação de que demoraria muito até instrução toda ser concluída. Até mesmo para eles sentirem que desejamos tê-los conosco o mais rápido possível. Está sendo muito gratificante porque, ao mesmo tempo, tenho estes adultos e muitos outros irmãos do Brasil todo participando. Tivemos algumas questões enviadas muito importantes para esclarecimento. É maravilhoso e penso em continuar após tudo isso passar.”

Pastor Volmir Forster

Florianópolis, SC

“Para levar carinho e esperança de dias melhores aqui e na eternidade, foram percorridos mais de 150 quilômetros durante 13 horas para alcançar mais de 40 famílias (e seus vizinhos) na Grande Florianópolis, SC. Mesmo sem nenhum contato físico, foi um dia de muita emoção para quem fez e recebeu a mensagem do Cristo ressuscitado.”

Pastor Davi e Natacha Schmidt

“Eu e minha família fomos agraciados neste domingo de Páscoa com uma linda serenata, apresentada pelo pastor Davi Schmidt e sua esposa Natasha. Nos sentimos abraçados por Jesus, nos emocionamos com este gesto de carinho feito pelo nosso pastor.”

Claudia, Gelson, Lahs e Murilo Hasse Loregian

“A nossa Congregação Paz sempre foi muito acolhedora. Gostamos de estar juntos nos cultos, nas reuniões de estudo nos bairros, nos encontros das Servas, nos mutirões de limpeza, no trabalho social.

No entanto, na atual situação de necessário distanciamento social, assistimos ao culto pela internet, recebemos reflexões pelo whatsapp – o que é ótimo –, mas falta aquele abraço. E foi essa sensação maravilhosa que tive ao ser surpreendida com uma serenata de Páscoa feita pelo nosso querido casal pastoral, pastor Davi e Natacha. Vê-los ali em frente ao meu apartamento, cantando, foi emocionante!”

Ignez Strelow de Carvalho

Minha mãe e eu, ficamos encantadas com a serenata. Um alívio num domingo tão lindo de Páscoa, receber este maravilhoso presente. Uma atenção especial que o pastor Davi e sua esposa Natacha deram a seus membros, aliviando nossos corações em um momento tão delicado para o mundo inteiro. Minha mãe, com 90 anos, e eu, com 63, estamos no grupo de risco e impedidas de sair de casa; realmente recebemos a serenata pascal e os cultos online como um medicamento celestial, que não tem preço.”

Neusa Moreira Silveira

Rio de Janeiro, RJ

“Foi o segundo ano que realizamos, em nossa igreja, dentro do devocional de quinta-feira santa, o ritual do lava-pés. A ideia surgiu para enfatizar o caráter ‘servo’ do amor de Deus por nós e da nossa missão no mundo. Quando fizemos no ano passado, a experiência litúrgica na igreja foi muito marcante para os presentes, dentre os quais a maioria nunca havia participado antes. Neste ano, com o povo em quarentena, identificamos que o proveito peculiar foi a realização do ritual no ambiente íntimo do lar, como uma atividade sagrada de fortalecimento dos laços e das vocações familiares.

Pastor Laerte Tardelli Voss, Congregação Cristo Redentor

Novo Hamburgo, RS

“Iniciamos os cultos virtuais e as lives diárias logo após o decreto da quarentena. Fazer transmissões dos cultos e dos devocionais diários não foi algo planejado, mas nasceu no intuito de manter a ‘comunhão’, ainda que virtual, e o povo caminhando na fé na Palavra de Deus. Com as reações positivas, Deus fez nascer um novo e poderoso instrumento para a igreja e assim confortar o seu povo. As pessoas perguntam e pedem para que os devocionais continuem. Está virando um hábito, pois as devoções acontecem todas as noites, menos no domingo. Além disso temos feito gravações de músicas para as crianças, para os hospitais da cidade, para os vizinhos de nossa rua e para a terceira idade.”

Pastor Adalmir Wachholz, Congregação Rei Jesus

Ponta Grossa, PR

“No culto de Sexta-feira Santa, na Congregação Cristo para Todos, realizamos 10 cultos de 25 minutos cada. Tivemos uma breve liturgia e a Santa Ceia, que era preparada e distribuída somente pelo pastor, com os devidos cuidados. Atingimos cerca de 70% dos membros menos os do grupo de risco. Começamos às 7h30 e fomos até as 11 horas, e mais dois horários à tarde foram escolhidos pelos membros via Watsapp. O município também tem um decreto que limita encontros em no máximo 10 pessoas, por vez. Isso permitiu os cultos de Sexta-feira Santa.”

Pastor Ervino Martim Spitzer

Laranja da Terra, ES

“Com o intuito de abastecer minhas ovelhas neste momento de quarentena, comecei a gravar mensagens diárias que intitulei de: Um momento com Deus. A gravação é no próprio aplicativo WhatsApp. Também comecei a gravar os cultos aqui em casa pelo celular. A primeira experiência foi complicada. Tudo era novo. Não tenho condições de editar o vídeo, portanto, era acertar ou acertar. Gravei meu primeiro culto doméstico. A gravação ficou com 1,5 giga. Como moro no interior e minha internet é de apenas 3 megas, fiquei 5 horas esperando o vídeo ser postado no Facebook e não deu certo. Comecei então a pesquisar aplicativos que reduziam o tamanho dos vídeos. Depois de mais de uma hora, consegui achar um que funcionava em meu celular. Resumindo, o primeiro culto que gravei demorou mais de 7 horas para ser postado. Com a graça de Deus, tudo deu certo e, continuo fazendo isso semanalmente. Tenho obtido retorno, não só dos meus congregados, mas também de amigos e conhecidos. É muito legal ver onde a Palavra de Deus pode chegar pela internet. Temos que aproveitar cada vez mais essa ferramenta.”

Pastor André Luís Schneider, Paróquia Trindade

Porto Alegre, RS

“Neste tempo de isolamento social, a Congregação São Paulo, tem chegado aos lares através das redes sociais, produzindo os cultos e devocionais. Os cultos têm sido chamados de CULTO NO LAR e os devocionais de CELSP NO LAR. A Escola Dominical também começou a produzir vídeos para os pequeninos e estes têm sido chamados de ESCOLA DOMINICAL NO LAR.

Os cultos têm sido transmitidos pelo facebook sempre nos domingos a partir das 10 horas. Os devocionais são publicados nas terças e quintas-feiras e o material da escola dominical nos sábados. Estes podem ser encontrados no canal do youtube Celsp Porto Alegre. Todo os vídeos têm sido produzidos com tradução em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais).”

Pastor Rafael Ott, Congregação São Paulo


Daiene Bauer Kühl
Equipe editorial Concórdia

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Veja também

Ovelhas geram ovelhas. Pastores apascentam ovelhas

No evangelho de João 10.11,14, Jesus é o “Bom Pastor” que apascenta e gera, espiritualmente, as ovelhas que escutam sua voz e que o conhecem e são por ele conhecidas.

Cheiro de salvação

O texto de 2 Coríntios 2.14 diz assim: “Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas”.

Quem está nas trincheiras ao seu lado?

Quando a gente casa, traz uma bagagem para a vida a dois. Nessa bagagem, estão os valores aprendidos em casa, as experiências de relacionamentos anteriores, nossa profissão talvez, sonhos e desejos.