Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Já sou assinante!

Bíblia em ordem cronológica

Várias vezes já ouvi perguntas a respeito de uma Bíblia em ordem cronológica, ou seja, uma edição em que os textos são colocados na sequência histórica daquilo que é contado na Bíblia. Ou, quem sabe, na ordem temporal em que os livros foram escritos. Que dizer a respeito disso?

Várias vezes já ouvi perguntas a respeito de uma Bíblia em ordem cronológica, ou seja, uma edição em que os textos são colocados na sequência histórica daquilo que é contado na Bíblia. Ou, quem sabe, na ordem temporal em que os livros foram escritos. Que dizer a respeito disso?

Já existem edições da “Bíblia” em ordem cronológica. (Coloco Bíblia entre aspas, porque fica a pergunta se ainda é a Bíblia.) Mas como isso é feito ou poderia ser feito? Parece que há dois caminhos a seguir, se é que não são becos sem saída. Um deles é tentar colocar os livros na ordem dos fatos narrados na Bíblia. O outro caminho é tomar como critério a ordem em que os livros foram escritos. Talvez exista até quem queira fazer uma combinação das duas coisas.

No entanto, fazer uma Bíblia cronológica não é algo tão simples assim. Colocar os livros bíblicos na ordem em que foram escritos? Complicado, porque os livros não trazem a data em que foram escritos. No Novo Testamento, no caso das cartas de Paulo, é até possível certa ordem cronológica. Sabemos (sabemos?) que as cartas aos Tessalonicenses foram escritas antes da carta aos Romanos. Mas onde vamos colocar a Primeira Carta a Timóteo? Em geral, afirma-se que ela foi escrita mais perto do final da vida de Paulo, depois do ano 60 d. C. Mas nada impede que ela tenha sido escrita bem antes, na década de 50. Ela só aparece lá adiante, em nossa Bíblia, porque as cartas de Paulo foram organizadas pelo critério de extensão ou tamanho (as mais longas estão no começo, e as mais breves no final). E as cartas estão em dois blocos: as que foram escritas a igrejas (Romanos, Coríntios, etc.) e as que foram enviadas a líderes (Timóteo, Tito e Filemom). Em resumo, é difícil colocar os livros na ordem em que foram escritos, porque nos faltam as datas da escrita.

E que dizer do Antigo Testamento? Aqui a dificuldade é ainda maior, se o critério for a data em que cada livro foi escrito. Parece mais fácil, se o critério for a ordem dos acontecimentos. Nos livros históricos (de Josué em diante), até existe uma ordem cronológica: a conquista da terra prometida, sob Josué; o tempo dos juízes (incluindo Rute e o começo de 1 Samuel); os reis (conforme os livros de Samuel, Reis e Crônicas); a volta do exílio na Babilônia (Esdras e Neemias). Mas, depois disso, qual seria a colocação de Jó? E que dizer dos salmos, que foram escritos em vários períodos? Numa Bíblia cronológica que pude examinar, os salmos foram esparramados por todo o Antigo Testamento. Mas como saber o período exato em que se encaixa cada salmo? E o que fazer com livros de sabedoria, como Eclesiastes? E os profetas? Isaías, Miqueias, Oseias e Amós são mais ou menos da mesma época, mas os livros aparecem em lugares diferentes, dentro do cânone.

Bíblia em ordem cronológica? Tudo bem, mas segundo a cronologia de quem? Na Bíblia em ordem cronológica que citei antes, o primeiro texto é o início do Evangelho de João, que fala da eternidade de Cristo e sua comunhão com o Pai (“No princípio era o Verbo”). Depois, foi colocado salmo 90.2, que afirma a eternidade de Deus. Em seguida, Gênesis 1.1, que relata a criação do mundo. Parece interessante, mas acaba virando uma grande salada. E é um procedimento altamente subjetivo. Melhor deixar a Bíblia do jeito que está.

Os escritores bíblicos não tinham essa preocupação histórica tão típica da modernidade. Não era hábito colocar a data numa carta. E, pensando bem, que interessa saber quando exatamente um livro bíblico foi escrito? Isso é algo que está “por trás” ou “por baixo” do livro (a geologia), algo que não vemos e não sabemos. É muito mais importante ocupar-se com aquilo que pode ser visto (a geografia). Leia o texto!

Acesse aqui a versão impressa.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase