Celebração de 120 anos da Congregação São Miguel, em Dois Irmãos, RS

Presidente da IELB dirigiu mensagem do culto no dia 8 de outubro

A Congregação São Miguel, em Dois Irmãos, RS, celebrou, neste domingo, 8 de outubro, 120 anos de atividades. A mensagem foi ministrada pelo presidente da IELB, pastor Gerado Schüler, e a liturgia foi dirigida pelos pastores locais, Oscar Martinho Zimmermann e Eduardo Kuck Hofmann, contando ainda com a colaboração de pastores visitantes.

A música foi conduzida pelo grupo de louvor, pelo coral da congregação São Miguel, e pelo coro da Congregação Cristo Redentor, de Três Vendas, Pelotas, RS.

Por fim, os presentes participaram de um almoço comemorativo.

HISTÓRICO

A história abençoada e muito bonita da Congregação São Miguel, na verdade, começou bem antes de 1903. Conforme registros do livro “Crônicas da Igreja”, do pastor Carlos H. Warth, já falecido, tudo começou em 1826, quando um veleiro de nome Cecília partiu do porto alemão de Bremerhaven, Alemanha, levando um grupo de emigrantes, cujo destino era a província do Rio Grande do Sul.

Este veleiro sofreu um naufrágio, quando foi surpreendido por um violento temporal. Abandonados pelo comandante, os passageiros, em fervorosa oração, pediram a bênção e proteção de Deus, no que foram atendidos. Foram salvos e, depois um outro veleiro os trouxe ao Brasil, chegando ao seu destino no dia 29 de setembro de 1829. Era Dia de São Miguel. A colônia onde fixaram residência foi denominada de “São Miguel dos Dois Irmãos”.

A IELB ainda não estava em solo brasileiro por essa época. O começo foi muito difícil. Os cultos eram oficiados por professores, que davam todo o atendimento espiritual aos fiéis. Somente em 1845 que um pastor, vindo de Hamburgo Velho, prestou atendimento pastoral aos colonos e em 1867 receberam seu primeiro pastor residente, o Rev. Johannes F. Brutschin. Em 1890 ele se desligou da Igreja Evangélica Unida (hoje IECLB) e dirigiu um pedido formal ao Sínodo Luterano de Missouri, solicitando que começassem uma missão no Brasil. Nisto ele foi atendido.

Foi somente em 1903 que foi fundada a atual Congregação Evangélica Luterana São Miguel. Vinte e duas famílias desligaram-se da Igreja Evangélica (IECLB) e solicitaram atendimento ao pastor H. A Klein, de São Leopoldo.

O primeiro culto ocorreu em 11 de outubro de 1903. Esta data é tida como oficial de fundação da Congregação. Hoje já faz 120 anos. Esta congregação tem recebido nestes 120 anos bênçãos sobre bênçãos. Teve seus inúmeros percalços nesta jornada toda, no entanto, a mão protetora e misericordiosa do Senhor jamais dela se afastou. A congregação, que no início era pequena e sem expressão, hoje conta com cerca de 300 famílias, num total de 835 membros batizados.

Durante mais de 30 anos, os cultos da IECLB e da IELB eram oficiados no templo que hoje é da IECLB de forma alternada, a cada semana. Somente em 1938 foi inaugurado o templo que hoje em dois Irmãos é conhecida por “igreja verde”.

A congregação é administrada por uma diretoria, em parceria com os dois pastores, e conta ainda com o trabalho incansável dos membros que participam dois diversos departamentos, a saber: Escola Dominical, Jovens, Coral, Servas, Leigos e Idosos e a Banda formado por uma equipe de músicos muito consagrados.

Enfim, a igreja tem como objetivo testemunhar CRISTO PARA TODOS, pois é em Cristo que os fiéis estão enraizados e nele querem ser edificados. O lema para os 120 anos continua sendo o mesmo escolhido para os festejos da celebração do centenário da Congregação: “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre” – Hebreus 13.8.

Reconhecendo as muitas bênçãos de Deus, a Congregação São Miguel, em primeiro lugar agradece a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, por todos os benefícios recebidos por sua graça e bondade ao longo desses anos, agradece à IELB e ao Distrito DIVASI pela parceria e por todo o apoio sempre importantes dispensados a esta congregação em toda a caminhada dos seus 120 anos.

Somente a Deus toda a glória, honra e louvor.

Pela Congregação,

Pastor Oscar M. Zimmermann

CONHEÇA OS PASTORES QUE SERVIAM À ESTA CONGREGAÇÃO:

Johannes Brutschin (1868 a 1900), Reinhold J. O. Müller (1904 a 1907), Louis C. Rehfeldt (1907 a 1917), August Heine (1918 a 1929), Otto Beer (1926/27 – interino), Alberto Drews (1931 – falecido neste ano), Arthur Klaudat (1932 a 1954 – falecido em 1954), Darcy Klaudat (1956 a 1970 – falecido em 1970), Tito Lange (1970 a 1974), Orlando Ott (1974 a 1976 – interino), Arno Krick (1976 a 1979), Willem van Hattem (1979 a 1985 – falecido em 1995), Oscar M. Zimmermann (1985 até hoje), Gustavo Schmidt (1999 a 2000), Rafael Wilske (2007 a 2010), Davi Schmidt (2010 a 2015), Laércio Knaak (2016 a 2020) e Eduardo K. Hoffmann (início 2023).

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase