Angústia à luz da contemporaneidade

Em uma sociedade em alta velocidade, o espectro das emoções humanas foi invadido por dois fios de alta tensão, chegam a ser confundidos, isto é, ansiedade e angústia.

Artur Charczuk
Pastor e psicanalista
[email protected]
(51) 992357187

Uma experiência intrínseca à condição humana é a angústia. Ela assume molduras específicas nos diferentes cenários contemporâneos. Diante das incessantes demandas, das transformações aceleradas, as tantas incertezas da vida, a angústia se torna como uma espécie de tecedora de tramas, atingindo as experiências individuais e coletivas. Ela não é simplesmente um mal-estar, mas é uma expressão profunda das inquietações que permeiam o ser humano. Ela está entrelaçada com a própria experiência do existir, é como uma resposta às complexidades pela busca de sentido e significado. A angústia é a voz interior das tensões do ser humano, onde ocorre uma árdua luta entre os desejos internos e as exigências da realidade. Consequentemente, ela não é simplesmente um sintoma, mas, sim, uma reação fidedigna diante dos confrontos existenciais.

Em uma sociedade em alta velocidade, o espectro das emoções humanas foi invadido por dois fios de alta tensão, chegam a ser confundidos, isto é, ansiedade e angústia. A ansiedade está intimamente ligada com as esperanças de um dado futuro, um projeto a ser alcançado, um desejo definido. Por exemplo: passar em uma entrevista de emprego. Ansiedade é uma grande vontade de controlar o que está por vir, a aspiração de dar um final desejado para alguma questão, etc. Angústia é o movimento presente, o desejo da expressão, do descarregar uma dada tensão. Quando ela não é expelida através de palavras, as somatizações aparecem: um abafamento na garganta, uma sensação de aperto no peito, nervosismo, inquietação, falta de ar, coração acelerado e mais.

ALGUNS MOTIVOS PARA SE TER ANGÚSTIA

Pode ser o histórico familiar de depressão ou ansiedade, estresse crônico, traumas ou abusos, algum tipo de doença que atinja o físico da pessoa, o que for; o recomendado é buscar por um apoio psicológico, um cuidado maior com a saúde mental.

COMO A ANGÚSTIA ATUA NO CÉREBRO

Ela está presente nos circuitos nervosos do sistema límbico. Ele é responsável pelas emoções do ser humano. Com a presença da angústia, ocorre uma hiperatividade dos circuitos, consequentemente, fazendo aflorar sintomas psicológicos e físicos, seja o medo, agitação, enfim. O cérebro costuma desviar os sinais físicos desconfortantes; essas vias de recepção de emoções e dores utilizam-se de neurotransmissores para regular o humor.

Quando a regulação falha, a angústia emerge em grande intensidade, trazendo desesperança e tristeza. Com a alteração do sistema nervoso, o sofrimento passa a ser o centro das atenções, sendo essa condição psicológica perpetuada.

ESTOU ANGUSTIADO: O QUE FAZER?

Posso apresentar algumas sugestões para como agir diante de sentimentos angustiosos. Claro, o bom é sempre buscar um auxílio que possa ampliar o porquê da sensação de angústia:

– a dor da angústia só existe devido a um conflito interno;

– busque identificar qual é o problema que mais gera esse sentimento dentro de si;

– procure listar ações que podem alterar a situação e realizá-las sempre que possível;

– aceite situações irreversíveis;

– sempre volte sua mente para as questões prioritárias em sua vida.

NÃO SE PREOCUPEM COM NADA

A Palavra de Deus vem como um refrigério em tempos em que as tecnologias contemporâneas querem imperar com sua insensibilidade e velocidade máxima, por conseguinte, trazendo medo e angústia para os seres humanos. “Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido” (Fl 4.6). A relação do ser humano com o outro ser humano é geradora de angústia, entretanto, a relação do ser humano com Deus é o desfrutar de uma paz sem limites. Não a paz como a conhecemos, feita através de contratos ou palavras que dependem do tempo, não; mas a paz que vem da eternidade, de Jesus Cristo. Somente Jesus renova nossas esperanças, um Deus de grande amor, a ponto de levar as angústias humanas para a cruz.

De repente você – sim, leitor, você que agora lê este texto – sente uma angústia em seu peito? Parece que as coisas estão sem saída? Procure abrigo na suficiência de Jesus Cristo, descanse diante dos pés do Salvador. O mundo vai continuar como um grande revolto de angústias, no entanto, o Filho de Deus sussurra em nossos corações: “Não se preocupem com nada”.

REFERÊNCIA

BÍBLIA. Português. Bíblia de Estudo Conselheira: Novo Testamento. Nova Tradução da Linguagem de Hoje. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2011.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias Relacionadas

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Veja também

Novos membros são recebidos em Nova Petrópolis, RS

Culto da Santíssima Trindade teve batismo e recepção de novos membros na Congregação São Marcos

Enchente no RS provoca mudanças no Simpósio de Missão

Programação do Seminário Concórdia será reduzida e online. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho

Saúde mental em meio a desastres e catástrofes

A busca por autoconhecimento é sempre fundamental, ter ciência das suas habilidades, quando e onde tem condições físicas e emocionais para atuar é fundamental. Confira algumas dicas de como lidar com as emoções em cada fase